segunda-feira, 10 de Maio de 2021

Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90

Após o Carnaval, a Páscoa pede passagem

Após o Carnaval, a Páscoa pede passagem
Crédito da foto Para Parreiral montado no Supermercado Muffato do Portão tem cerca de 40 metros de extensão: festa doce (foto: Valquir Aureliano)
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Nem bem o carnaval acabou e os ovos de chocolate tomam conta das prateleiras dos supermercados de Curitiba. Ontem, quem foi às lojas de rede Mufatto e Condor, por exemplo, deu de cara com parreiras e gôndolas já prontinhas para receber os consumidores interessados em comprar chocolates para a Páscoa.

Na loja da rede Mufatto do Portão a parreira, já repleta de ovos de chocolate, tem 40 metros. Segundo a assessoria da rede, os primeiros ovos de chocolate chegaram às loja em 25 de janeiro, mas foram “espalhados” pelas prateleiras próximas dos caixas ou entre os chocolates em barra.

Na loja Mufatto do bairro Ahú, exemplares das marcas Ferrero Rocher estavam expostos logo na entrada da loja. A rede, que tem lojas no Paraná e interior de São Paulo, estima vender 8% mais ovos de chocolates neste ano em relação à Páscoa de 2015. A grande aposta está nas caixas de bombons, como opção de presentes.

A rede também prevê grande procura pelos ovos licenciados, que neste ano vêm com brinquedos maiores, como máscaras dos superheróis. No entanto, como os brinquedos-brindes estão maiores, ao contrário dos anos anteriores, neste ano eles virão fora do ovo de chocolate.

Neste ano, os fabricantes lançaram 147 produtos específicos para a Páscoa. No Salão de Páscoa, promovido pela Associação Brasileira da Indústria do Chocolates, Amendoim, Balas e Derivados (Abicab), os fabricantes afirmaram que não repassarão o aumento entre 7% e 15% ocorridos nos custos, resultado do preço do cacau, açúcar e outras matérias-primas atreladas ao dólar. Para conseguir essa façanha, os fabricante investiram mais em ovos menores.

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Fonte do post: Ana Ehlert

Notícias Relacionadas

Comentar: Após o Carnaval, a Páscoa pede passagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp 596