sexta-feira, 25 de Maio de 2018

Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90

“Cotão” dos deputados federais paga até bode assado e cerveja

“Cotão” dos deputados federais paga até bode assado e cerveja
Crédito da foto Para Vitor Lippi: R$ 135,15 com cinco cervejas nos EUA (foto: Franklin de Freitas)
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Treze refeições no mesmo dia. Nove quilos de comida em um restaurante self service. Bebidas alcoólicas em viagem ao exterior. E R$ 1.500,00 em um restaurante regional especializado em bode assado. Esses são apenas alguns dos exemplos de gastos suspeitos pagos com o chamado “cotão” a que têm direito os deputados federais, identificados pelo projeto “Serenata de Amor”, criado por um grupo de oito amigos em novembro do ano passado, que utiliza um robô virtual apelidado de “Rosie” para fiscalizar o uso da verba que custeia alimentação, transporte, hospedagem e outras despesas dos parlamentares.

Um dos participantes da iniciativa, o publicitário Paulo Vilanova conta que a ideia do projeto surgiu do cientista de dados Irio Musskopf, ao perceber que ainda existiam muitas brechas no uso de tecnologia e da inteligência artificial para fiscalizar gastos de parlamentares. Para bancar o trabalho, o grupo lançou um projeto de financiamento coletivo pelo site Catarse, que arrecadou R$ 80 mil com a ajuda de 1 mil apoiadores.

Cada um dos 513 deputados têm direito a uma cota de R$ 44 mil ao mês para essas despesas, que são ressarcidas através da apresentação de notas fiscais. O robô do projeto faz a verificação da legalidade desses gastos cruzando informações dessas notas com dados da Receita Federal, de empresas ou prestadores de serviços, além da presença em plenário do parlamentar, e a localização e outras característas onde as despesas foram feitas.

Em 2 meses de trabalho, Rosie já detectou mais de 3 mil despesas suspeitas, entre gastos superfaturados, compras de bebidas alcoólicas e outros dispêndios quase simultâneas em cidades distantes. Com tantas ocorrências, a equipe decidiu por fazer um mutirão de denúncias em janeiro, no auditaram 849 casos, gerando 629 denúncias e mais de R$ 378 mil em reembolsos contestados à Câmara. O projeto, inclusive, já conseguiu algumas restituições em 2016. A primeira delas, foi devolução de mais de R$ 700 pelo deputado Celso Maldaner (PMDB/SC), referentes a 13 refeições feitas no mesmo dia, em 2011.

Entre os primeiros parlamentares a devolverem dinheiro estão também Odelmo Leão (PP/MG), Vitor Lippi (PSDB/SP), Marco Maia (PT/RS) e Afonso Motta (PT/RS). Leão foi flagrado tendo usado R$ 190,05 de sua cota para envio de correspondência de campanha, o que ilegal. Já Lippi foi denunciado por ter pedido o reembolso de R$ 135,15 para aquisição de cinco cervejas em uma viagem à Califórnia (EUA). Ele devolveu o dinheiro alegando ter se equivocado.

 

Pente fino

Diante do sucesso do trabalho, o grupo pretende expandir o projeto, que inicialmente estava previsto para durar até fevereiro. Para isso, está lançando um novo financiamento coletivo. “O financiamento do catarse financiou dois meses de trabalho do time, que foi essencial para a implementação da Rosie, que aprendeu a identificar algumas premissas, a maioria delas ligadas à alimentação. Com mais tempo, podemos fazer um trabalho um pouco mais completo”, explica Vilanova.

Até lá, Rosie continua fazendo novas investigações. Atualmente, por exemplo, a equipe está fazendo um “pente fino” nos reembolsos recebidos pelos 4 candidatos à presidência da Câmara dos Deputados. Já descobriu que até agora, o atual presidente e candidato à reeleição, deputado Rodrigo Maia (DEM/RJ) é o único cujas despesas não geraram nenhuma suspeita. Jovair Rodrigues (PTB/GO) tem um gasto suspeito, ainda não auditado pelo time. Rogério Rosso (PSD/DF) tem 6 gastos suspeitos, dos quais 4 já foram auditados e denunciados, enquanto André Figueiredo (PDT/ CE) acumula 7 suspeitas, 4 delas denunciadas e 3 aguardando auditoria. Em nenhum dos casos, a Operação obteve resposta oficial da Câmara, até o momento. Por prevenção, o grupo só divulga essas informações após obter algum tipo de resposta do Legislativo ou do próprio investigado.

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Fonte do post: Ivan Santos

Notícias Relacionadas

Comentar: “Cotão” dos deputados federais paga até bode assado e cerveja

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125