Wednesday, 28 de October de 2020

Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90

Defesa diz que rapaz acusado de causar confusão em hamburgueria foi vítima de agressão

Defesa diz que rapaz acusado de causar confusão em hamburgueria foi vítima de agressão
Photo Credit To Advogado Jéfoni Nogari
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

A defesa de Leandro Bianco, 22 anos, acusado de ser o causador da briga generalizada ocorrida na madrugada de domingo (20) no Container Hamburqueria, em Santo Antônio da Platina, nega que ele tenha provocado a confusão que terminou com o encaminhamento de todos os envolvidos à 38ª Delegacia Regional de Polícia.

De acordo com o advogado Jéfoni Nogari, “a defesa demonstrará, oportunamente, que Leandro foi vítima de agressões. Ademais, salienta-se que todo cidadão tem o direito de esclarecer quaisquer dúvidas sobre sua comanda, sem ser agredido em razão disso”, diz a nota distribuída à imprensa.

Nogari disse ao Tá no Site que seu cliente apenas teria questionado o valor da comanda, que deveria ser partilhado com outras pessoas com dividia a mesa, momento em que passou a ser agredido por um grupo de pessoas. “O Leandro não foi o causador dos fatos, ele foi vítima de agressão e ficou com o rosto desfigurado. Ele vai passar por exame de corpo de delito amanhã (22) e a Polícia Civil vai investigar o caso para identificar os agressores, para que possamos tomar as medidas cabíveis”, explica o advogado.

Relembre o caso

De acordo com o boletim de ocorrência registrado pela PM, um cabo e um soldado da 4ª Companhia de Polícia Militar foram agredidos na madrugada de domingo (20) ao tentarem conter um princípio de tumulto no Container Hamburgueria.

Um cliente teria questionado o valor de sua comanda, dando início a uma discussão no caixa da lanchonete. O cabo da PM tentou intervir e foi agredido. Na tentativa de ajudar o companheiro, o soldado também foi golpeado na cabeça com um banco de madeira.

O autor da confusão fugiu, mas acabou detido pouco tempo depois, próximo à hamburgueria. Ele foi conduzido à 38ª Delegacia Regional de Polícia, onde assinou Termo Circunstanciado e foi liberado.

Outro rapaz envolvido nas agressões aos policiais também foi identificado e deve ser ouvido no caso.

O proprietário do Container Hamburgueria, Douglas Mota, informou que a confusão resultou em danos materiais em uma televisão e um notebook e prejuízo estimado em R$ 2,5 mil causados por clientes que deixaram o local sem pagar suas comandas. Ele disse que vai tomar as medidas jurídicas cabíveis.

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Related posts

Comentar: Defesa diz que rapaz acusado de causar confusão em hamburgueria foi vítima de agressão

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

WhatsApp 596