Monday, 12 de April de 2021

Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90

Locações pela internet fazem três vítimas a cada dois dias no Litoral

Locações pela internet fazem três vítimas a cada dois dias no Litoral
Photo Credit To Foto Arnaldo Alves – SECS
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

A Polícia Civil divulgou, nesta segunda-feira (15), um balanço das ocorrências registradas nos dez primeiros dias da Operação Verão no Litoral do Paraná. Entre os crimes que se destacam está o estelionato, que fez 15 vítimas entre os dias 21 e 31 de dezembro. Na maioria dos casos, veranistas locaram imóveis inexistentes para as férias. As atividades abrangem as cidades de Guaratuba, Matinhos, Pontal do Paraná, Antonina e Morretes.

De acordo com o coordenador do Verão Paraná 2017/2018, delegado Miguel Stadler, os boletins de ocorrência apontam para pessoas que, apenas ao chegar ao Litoral, descobriam o golpe. “Estamos investigamos os casos, e tratamos a maioria dos casos como de uma quadrilha que age de forma organizada. Estamos buscando identificar essas pessoas”, explicou.

Balanço*

Entre os dias 21 e 31 dezembro a Polícia Civil registrou 229 boletins de ocorrência de fatos criminosos, 33 Termos Circunstanciados, 18 inquéritos policiais instaurados e cerca de 72 flagrantes lavrados. Boletins Circunstanciados que envolvem menores de idade foram realizados em um total de 14. Um adolescente foi apreendido. Totalizando 367 ocorrências neste período.

Durante as ações neste período 75 pessoas foram presas e 150 conduzidas até as unidades policiais, um aumento de 23% e 42% respectivamente, comparado com o mesmo período do ano passado. Seguindo as diligências, quatro veículos foram apreendidos, bem como seis armas (entre de fogo e branca) e 18 munições também apreendidas. Até o momento a Polícia Civil apreendeu cerca de 1,5 quilos de drogas entre maconha, cocaína, crack e haxixe.

Mesmo com o fluxo intenso de pessoas pelos balneários a Polícia Civil contabilizou a queda na incidência de crimes contra o patrimônio (roubo e furto) e aumento nas prisões em flagrante em comparação com a temporada anterior. “Tivemos uma queda de 26% nos crimes patrimoniais em relação ao ano anterior, bem como tivemos aumento de 38% de prisões em flagrante em razão do aumento das atividades preventivas das forças policiais”, disse o coordenador do Verão Paraná 2017/2018 pela Polícia Judiciária, delegado Miguel Stadler.

*Da Polícia Civil

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Post source : Felipe Ribeiro e Flávia Barros

Related posts

Comentar: Locações pela internet fazem três vítimas a cada dois dias no Litoral

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

WhatsApp 596