segunda-feira, 15 de outubro de 2018

Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90

Municípios do Norte do Estado pedem duplicação da BR-369

Municípios do Norte do Estado pedem duplicação da BR-369
Crédito da foto Para Victor Lopes / Folha Web
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Representantes da Associação dos Municípios do Norte do Paraná (Amunop), Associação dos Municípios do Norte Pioneiro (Amunorpi) e das Sociedades Rurais do Paraná, Cornélio Procópio e Maringá estiveram ontem na FOLHA com o intuito de solicitar apoio ao movimento da duplicação da BR-369, especificamente no trecho de 95 quilômetros entre as cidades de Jataizinho e Ourinhos (SP). Eles foram recebidos pelo superintendente do Grupo FOLHA, José Nicolás Mejía. Os prefeitos de Cornélio Procópio, Frederico Alves de Carvalho, de Santa Mariana, Jorge Rodrigues Nunes, de Uraí, Sérgio Pitão, Leópolis, Clea Oliveira, que também é presidente da Amunop, participaram da reunião. 
 
O grupo – que engloba 49 municípios e envolve 600 mil pessoas – tem como objetivo cobrar de forma sistemática a empresa que explora o pedágio da rodovia, pela duplicação, o que diminuiria os acidentes que ocorrem no trecho, além de melhorar a logística para o escoamento da produção agrícola da região. No dia 26 de junho, a expectativa é que 200 entidades que abraçaram o movimento se reúnam no parque de Exposições Arthur Hofig, em Cornélio, para a elaboração de um documento que será encaminhado aos responsáveis pela rodovia. 
 
De acordo com o diretor jurídico da Sociedade Rural de Cornélio Procópio e ex-prefeito da cidade, Oswaldo Trevisan, a rodovia está sob “contrato da concessionária de pedágio desde 1997 e a empresa tem até 2020 para executar a duplicação”, já que se trata de uma questão contratual. “Esta é uma reivindicação de todo o Norte do Paraná. O pedágio é cobrado há quase 20 anos e ainda não se realizou duplicação do trecho. Há alguns anos, conseguimos ser atendidos em melhorias básicas da rodovia, mas isso não é o suficiente”, disse ele, durante a visita. 
 
O presidente da Sociedade Rural de Cornélio Procópio, Jair Machado, salientou que a luta é para salvar vidas e melhorar o escoamento da safra. “É uma região importante e está com o custo oneroso devido a esse problema na rodovia. Cabe a nós trabalhar para saber quais caminhos tomar a partir de agora”, relatou. A presidente da Amunop e prefeita de Leópolis, Clea Oliveira, salientou que a luta também é para salvar vidas. “Existem brechas nos aditivos de contrato e acreditamos que é possível lutar pela duplicação. Precisamos mobilizar a sociedade civil organizada”. 
 
Já o presidente da Sociedade Rural do Paraná, Moacir Sgarioni, salientou que o eixo Norte não tem uma pista dupla até a Curitiba. “Acredito que esse tipo de demanda são conquistas naturais para o Norte do Estado”.

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Fonte do post: Victor Lopes / Folha Web

Notícias Relacionadas

Comentar: Municípios do Norte do Estado pedem duplicação da BR-369

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125