quarta-feira, 8 de Abril de 2020

Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90

Oito policiais davam cobertura a assaltos a caixas eletrônicos no PR

Oito policiais davam cobertura a assaltos a caixas eletrônicos no PR
Crédito da foto Para imagem ilustrativa google imagens
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

O Ministério Público do Paraná, por meio do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado), e a Polícia Militar, através de sua Corregedoria e do Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais), cumpriram nesta quarta-feira, (21), no Paraná e em Santa Catarina, 35 mandados de prisão temporária e 39 mandados de busca e apreensão. As ações são realizadas dentro da Operação Vídea, que investiga uma organização criminosa envolvida em assaltos a cofres de empresas e caixas eletrônicos e também em tráfico de drogas.

Dentre as prisões temporárias decretadas, 21 são contra pessoas investigadas por participar de organização criminosa que praticava assaltos a cofres de empresas e caixas eletrônicos e 14 por ligação ao tráfico de drogas – sendo que algumas das 35 pessoas atuam em ambas atividades ilícitas. Oito policiais militares do Paraná, suspeitos de dar cobertura aos assaltos a cofres e caixas eletrônicos, estão entre os detidos. A organização criminosa tinha como principais núcleos de atuação os municípios de São José dos Pinhais (PR) e Joinville (SC).

As prisões e os mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos em Curitiba, São José dos Pinhais, Fazenda Rio Grande, Colombo, Campo Magro, Campina Grande do Sul e Joinville. Durante o cumprimento dos mandatos, foram apreendidos equipamentos utilizados nos crimes, como furadeiras eletromagnéticas utilizadas para abrir os cofres, veículos, drogas e armas.

Mais informações em breve

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Fonte do post: Bem Paraná

Notícias Relacionadas

Comentar: Oito policiais davam cobertura a assaltos a caixas eletrônicos no PR

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp 596