quinta-feira, 27 de Fevereiro de 2020

Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90

Paraná: Motorista bêbado é preso após bater em carro de aplicativo e matar passageira

Paraná: Motorista bêbado é preso após bater em carro de aplicativo e matar passageira
Crédito da foto Para banda B
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Uma passageira de 61 anos morreu após dois carros baterem de frente na Rua Theodoro Makiolka, no bairro Santa Cândida, em Curitiba. A vítima havia chamado um carro de aplicativo e seguia para o Hospital Angelina Caron, em Campina Grande do Sul, quando o acidente aconteceu.

Com versões contraditórias, ambos os motoristas afirmam que tiveram a pista invadida, ocasionando a colisão frontal. O motorista do veículo Renault Scenic, porém, realizou teste do bafômetro no local que constatou embriaguez ao volante, com 0,88 miligramas de álcool por litro de ar.

No local, o motorista embriagado se defendeu e afirmou que foi o carro de aplicativo quem havia acabado de entrar na Rua Theodoro Makiolka e provocou a batida. “Foi ele entrar na rua que já fui atingido”, afirmou.

O motorista de aplicativo contesta a versão e afirma que o Scenic andava em zigue-zague. “Eu tinha pegado eles em Almirante Tamandaré e seguia para o hospital, não entrei em rua nenhuma. Nós dois estávamos na Theodoro Makiolka, mas ele em zigue-zague e não consegui tirar”, lamentou.

No caso do motorista de aplicativo, o teste do bafômetro deu negativo para a presença de álcool.

Como a embriaguez foi constatada, o motorista do Scenic foi encaminhado para a Delegacia de Delitos de Trânsito, que passa a investigar o caso.

Além da vítima fatal, um segundo passageiro estava no carro. Ele foi encaminhado ao pronto-socorro.

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Fonte do post: Felipe Ribeiro e Djalma Malaquias Banda B

Notícias Relacionadas

Comentar: Paraná: Motorista bêbado é preso após bater em carro de aplicativo e matar passageira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp 596