Thursday, 24 de September de 2020

Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90

Prefeitura decreta estado de calamidade pública em Jaguariaíva

Prefeitura decreta estado de calamidade pública em Jaguariaíva
Photo Credit To Informe Policial
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

A Prefeitura de Jaguariaíva, município na região dos Campos Gerais, decretou estado de calamidade pública após as fortes chuvas que atingem a cidade desde a noite de sábado (09).
 
A chuva forte na cidade e também em municípios vizinhos encheu o leito do rio Capivari. As águas invadiram casas e plantações em várias regiões de Jaguariaíva. Até o momento o número de desabrigados não foi confirmado pelas autoridades.
 
As chuvas provocaram a cheia do Rio Capivari. Por volta das 08h da manhã de domingo (10), as águas chegaram na cabeceira.
 
No entanto, algumas regiões da cidade, próximas ao rio foram alcançadas pela cheia, deixando muitas casas alagadas. Uma das localidades mais atingidas foi o bairro Nossa Senhora de Fátima, onde ao menos quatro residências foram completamente alagadas e uma pessoa ficou desabrigada, tendo que ser retirada pelos bombeiros.
 
O Sargento Luis Cesar do Corpo de Bombeiros diz que a equipe está de prontidão caso a situação se agrave. “Nós estamos fazendo o monitoramento constante através dos radares do SIMEPAR. O pico de cheia do rio se deu logo no início da manhã, mas na sequência tivemos uma considerável baixa. Mas nossa equipe continua em alerta e mobilizada para qualquer ação de emergência” disse o sargento.
 
Ele também comentou que a situação das chuvas depende mais da quantidade que chove nas cabeceiras dos afluentes do rio do que propriamente do que chove na cidade. “A chuva que preocupa é aquela que cai rio acima e não rio abaixo. Mas estamos preparados para virtuais situações de emergência” complementou.

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Post source : Informe Policial

Related posts

Comentar: Prefeitura decreta estado de calamidade pública em Jaguariaíva

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

WhatsApp 596