Tuesday, 19 de January de 2021

Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90

Servidores federais realizam “Apagão no Judiciário” em Jacarezinho

Servidores federais realizam “Apagão no Judiciário” em Jacarezinho
Photo Credit To Wellington Krokowez
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Os servidores do Judiciário Federal (Justiça Federal, Justiça do Trabalho e Justiça Eleitoral) em Jacarezinho realizaram na tarde desta terça-feira, 21, um ato público denominado “Apagão no Judiciário”. A ação aconteceu em frente ao prédio do Ministério Público Federal na área central e tem como foco a sanção do Projeto de Lei Câmara (PLC) 28/2015.

A Presidente Dila teria até esta terça-feira, 21, para sancionar ou vetar o projeto (até o fechamento da edição ainda não havia sido anunciado). Eles estão em greve para cobrar uma política salarial permanente com definição de data-base em 1º de maio, integralidade e paridade entre ativos, aposentados e pensionistas e reposição inflacionária emergencial.

A proposta de criação de um plano de carreira é motivo de protestos da categoria desde o ano passado. Os servidores reclamam estar há nove anos sem reposição de seus salários em relação à inflação, o que levou seus vencimentos a uma defasagem de 50% em relação à alta de preços. Pelo que foi aprovado no Senado, os reajustes variam de 53% a 78,56% e serão implantados entre julho deste ano e dezembro de2017, em parcelas iguais. Em média, o aumento será de 56,49%.

A disputa em torno do projeto é orçamentária. O governo federal estima um impacto de R$ 10,5 bilhões em 2018 com esse texto e de R$ 25 bilhões no acumulado dos próximos quatro anos. A contraproposta era de aumento de 21,3% dividido em cinco anos, como foi apresentado aos servidores federais.

Em Jacarezinho o atendimento à população foi fechado, somente em casos de extrema urgência houve atendimento. Segundo o funcionário Nathan Barros Osipe, por e-mail, explica que já são mais de nove anos sem reajuste dos vencimentos. “Estamos há quase dois meses na busca da aprovação deste Projeto de Lei”, complementa no e-mail.

Os funcionários da esfera federal realizam como medida social a doação de fraldas para o Asilo São Vicente de Paulo em Jacarezinho. Além disto, na noite da última segunda-feira, 20, eles estiveram na Unidade do Centro de Hematologia e Hemoterapia do Paraná (HEMEPAR) para realizar doação de sangue.

 

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Post source : Wendy Comunicações

Related posts

Comentar: Servidores federais realizam “Apagão no Judiciário” em Jacarezinho

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

WhatsApp 596