terça-feira, 15 de outubro de 2019

Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90

“UPA não é um elefante branco. É um presente de Deus”, desabafa ex-prefeito

“UPA não é um elefante branco. É um presente de Deus”, desabafa ex-prefeito
Crédito da foto Para Pedro Claro visitou o prédio se se emocionou ao saber que UPA não será aberta (Antônio de Picolli / Tribuna do Vale)
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Depois de anos lutando para concluir a construção do prédio que iria abrigar a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Santo Antônio da Platina, o ex-prefeito Pedro Claro de Oliveira Neto ficou surpreso ao ler uma reportagem veiculada na Tribuna do Vale, onde a secretaria de Saúde da nova administração pública afirma que o imóvel é “um elefante branco” e que não abrigará a Unidade pela qual foi destinado. Já o prefeito José da Silva Coelho Neto, o Zezão, chamou o prédio de Presente de Grego.  “Me deu uma tristeza enorme ler a reportagem. Aquele prédio, que ocupa mais de 700 metros quadrados em uma área de 1.200 metros quadrados na avenida Palma Rennó, em um bairro nobre da cidade, não pode ser chamado de elefante branco muito menos de presente de Grego. A UPA foi um presente de Deus para os platinenses. Foi construída para que a população tivesse mais conforto e dignidade no atendimento à saúde. Todos os recursos – quase R$ 2 milhões – foram do governo federal. A UPA pode substituir com grandeza o Pronto Socorro Municipal”, disse salientando que é preciso pensar e administrar de olho no futuro. “Reformar o Pronto Socorro é medida paliativa. Santo Antônio está crescendo ano a ano e os moradores e profissionais vão precisando cada vez mais de espaço”, disse.

Pedro Claro salientou, ainda, que o prédio da UPA foi considerado concluído em novembro de 2016 e não em fevereiro como foi dito na matéria anterior. “Nessa data enviei toda a documentação ao Ministério da Saúde da conclusão do imóvel, que tem pias, bancadas, banheiros completos, torneiras, balcões, iluminação, fiação para internet, e até extintores de incêndio instalados”, contou.

“Também deixei um raio x, um gerador de energia elétrica e um ressuscitador cardíaco novos, prontos para serem usados”, contou. “Aquele imóvel vai se deteriorar com o tempo e ainda corre o risco de ser alvo de vandalismo”, lamentou.

Tem jeito sim

Para o ex-prefeito, o fato da não utilização do prédio para o fim ao qual foi destinado não pode ser atrelado a falta de recursos financeiros. “Na minha gestão gastávamos cerca de R$ 400 a R$ 450 mil mensais para manter o Pronto Socorro. Nos planos que deixei pronto para aproxima gestão, esse investimento seria direcionado para a UPA, assim como toda a equipe profissional e os equipamentos já utilizados no PS”, explicou. “O Ministério da Saúde calcula que uma UPA para cidades de cerca de 50 mil habitantes gaste por mês cerca de R$ 650 mil e se compromete a ajudar financeiramente com R$ 200 mil mensais. A diferença, se houver, a prefeitura tem que inteirar se quiser oferecer uma saúde digna aos moradores. O que não é aceitável, é gastar um dinheirão para reformar o PS, cujo prédio é obsoleto e cheio de problemas estruturais”, avaliou.

Ex-prefeito Pedro Claro diz que UPA é perfeitamente viável (Antônio de Picolli / Tribuna do Vale)

Ainda pensando no funcionamento da UPA em substituição ao Pronto Socorro, o ex-prefeito, quando licitou a contratação de uma empresa de transporte coletivo, já previu a criação da Linha da Saúde, que passaria por todas as unidades de saúde da cidade, inclusive nos hospitais Nossa Senhora da Saúde, Regional e UPA.

Segundo Pedro Claro, estava previsto para fevereiro deste ano, mais um repasse de R$ 200 mil do governo federal para a UPA. “É uma verba exclusiva para a Unidade, destinada a aquisição de equipamentos. Se a Unidade de Pronto Atendimento não vai funcionar, a prefeitura terá que devolver esse valor”, avisou.

“Nunca fiquei esperando que viessem me ajudar”

O ex-prefeito Pedro Claro de Oliveira Neto disse ainda,que é preciso correr atrás dos investimentos para a cidade. “Estive inúmeras vezes em Brasília em busca de ajuda financeira para Santo Antônio da Platina. No final do meu mandato, estive com o Ministro da Saúde e com o deputado federal Alex Canziani que se comprometeu ajudar por meio de emenda parlamentar no valor de R$ 500 mil, para equipar o prédio, depois que a unidade estivesse em funcionamento. Antes disso, precisei recorrer ao deputado João Arruda para que fosse liberado o restante do dinheiro para o término da obra da UPA. Nunca fiquei esperando que viessem me ajudar. Fui à luta tanto em Brasília quanto em Curitiba. Graças a Deus tive deputados como esses que citei e o estadual Pedro Lupion que me deram todo o apoio, mas nunca deixei de correr atrás”,garantiu.

Embora fora da política por vontade própria, o ex-prefeito disse que ainda é cobrado por obras que deixou prontas e que até hoje não foram inauguradas. Ele citou a UBS do Conjunto Habitacional Álvaro de Abreu, a UBS do Bentão, e os Centros Municipais de Educação Infantil Laura Bahena, São Gabriel e professor Herivelto.

“Estou defendendo o que eu fiz e deixei pronto. Todos esses imóveis estão mobiliados e devidamente equipados. Também realizamos concurso público para contratação de funcionários, portanto, não vejo motivo para essas unidades não estarem funcionando”, arrematou.

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Fonte do post: tanosite

Notícias Relacionadas

Comentar: “UPA não é um elefante branco. É um presente de Deus”, desabafa ex-prefeito

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp 596