terça-feira, 15 de outubro de 2019

Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90

Você usa celular no trânsito? Veja 17 motivos para não usar

Você usa celular no trânsito? Veja 17 motivos para não usar
Crédito da foto Para Imagem Ilustrativa google imagens
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

A campanha 31 Dias para Mudar o Trânsito, do Detran Paraná para o Maio Amarelo, volta a alertar sobre os perigos de falar ao celular ao dirigir, ontem. Um estudo do Departamento de Trânsito e Segurança nas Estradas dos Estados Unidos (NHTSA) aponta que o uso de dispositivos móveis ao volante aumenta em até 400% o risco de acidente. 

“O tema vem sendo abordado constantemente em campanhas educativas, mas, ainda assim, as pessoas resistem em mudar o hábito”, conta o diretor-geral do Detran, Marcos Traad.


1 – O motorista imagina que não tem problema falar no celular enquanto dirige. “Ele julga ter capacidade de sobra para realizar as duas coisas, não percebe que a atenção fica dispersa e aí também não percebe o pedestre que vai atravessar a rua, o motoqueiro que vai trocar de faixa, o ciclista que surgiu ao lado”, destaca Traad.

2 – No Paraná, são registradas 110 mil multas por uso do celular no trânsito todos os anos. Dá quase uma a cada 5 minutos. Em 2016, de janeiro a abril, foram 30.771 multas por este motivo no Estado.

3  – Um estudo mostra que uma pessoa no Whatsapp consome pelo menos 23 segundos se apenas olhar para a tela, tempo que pode ser fatal no trânsito.

4 – Outro problema é a visão restrita à frente enquanto o motorista fala ao celular, com prejuízo ao que acontece nas laterais do carro.

5 – A cada 10 leitos, sete são ocupados por acidentados de trânsito. A cada 10 minutos ocorre uma morte no trânsito e este mata sete vezes mais que a bebida alcóolica.

6 – Uma pesquisa de uma operadora mostrou que 12% dos motoristas admitem usar o celular para fazer vídeos enquanto viajam, e 17% fazem selfies. A brincadeira pode ser fatal.

7 – Estudos mostram que o risco de colisões é 23 vezes maior quando se dirige e digita. Uma pesquisa aponta que 61% dos motoristas já enviou alguma mensagem no trânsito.

8 – Digitar, ler, falar e usar fone de ouvidos enquanto caminha compromete a atenção do pedestre em até 80%, e isso pode fazer com que ele não perceba a movimentação na via.

9 – A distração com o aparelho celular pode resultar em atropelamentos, ocorrência que já soma 1.387 casos nos primeiros quatro meses do ano em todo o Paraná.

10 – Segundo a Polícia Militar e os Bombeiros, as cidades com maior número de registros de atropelamentos de são Curitiba, Maringá, Londrina, Ponta Grossa, São José dos Pinhais e Cascavel, as mais populosas.

11 – Em Nova Jersey (EUA), uma lei sugere o pagamento de multa de até US$ 50 ou
15 dias de prisão para quem for flagrado andando pelas ruas com as mãos ocupadas por aparelhos eletrônicos.

12 – O risco não é só com os carros. Desatentos, eles não escutam buzinas, não percebem bicicletas, atravessam as ruas sem olhar. O risco desta desatenção pode ser fatal.

13 – Nos últimos quatro anos, o Detran registrou um aumento de 4% no número de multas aplicadas pelo uso dispositivo móvel no trânsito no Estado. Curitiba lidera o ranking, com 21% de crescimento das autuações por este motivo, seguida por Maringá, com 14% de aumento.

14 – “Não há atenção que resista ao apelo de um telefone tocando. Todo condutor deveria colocar seu celular longe de si, ou desligado, antes de sair. Qualquer outra opção é dar chance para um fator cada vez mais presente nos acidentes de trânsito”. do especialista em trânsito Celso Alves Mariano.

15 – R$ 293,47 será o novo valor da multa para quem for flagrado dirigindo, segurando ou manuseando o celular enquanto dirige, que passa a ser considerada infração gravíssima de trânsito a partir de novembro deste ano. Além da multa, o motorista perde mais sete pontos na habilitação.

16 – Em alguns países, o uso de celular pelos pedestres se tornou um problema tão grande que medidas extremas foram tomadas para reduzir riscos de acidentes. Em Augsburg (Alemanha), a Prefeitura instalou um semáforo fixado no chão, para que o pedestre que está com os olhos baixos, no celular, perceba os sinais na rua.

17 – De acordo com a Associação Brasileira de Medicina de Tráfego (Abramet), um condutor desconecta-se da direção desde o toque inicial de uma ligação no celular. Em média, leva-se de quatro a cinco segundos para fazer o contato com o aparelho já desbloqueado — ou seja, se o carro estiver a 100 km/h, são 120 metros dirigindo sem visibilidade da via.

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Fonte do post: Bem Paraná

Notícias Relacionadas

Comentar: Você usa celular no trânsito? Veja 17 motivos para não usar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp 596