terça-feira, 15 de outubro de 2019

Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90

Adelita Moraes admite que vai administrar com ajuda de seu pai

Adelita Moraes admite que vai administrar com ajuda de seu pai
Crédito da foto Para Antônio de Picolli / Tribuna do Vale
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Adelita Parmezan de Moraes (PTB), mais conhecida como Adelita do Efraim foi eleita na eleição suplementar de Quatiguá neste domingo, 2, com 2.777 votos, equivalentes a 56,55% dos votos válidos.

Aos 25 anos, é a prefeita mais jovem do Paraná. Formada contabilista e especialista em contabilidade eleitoral, ela atualmente é acadêmica de Direito pela Faculdade do Norte Pioneiro (Fanorpi/Uniesp) e trabalha na empresa da família. A eleição suplementar ocorreu após a Justiça Eleitoral impedir o ex-prefeito Efraim Bueno de Moraes (PMDB) – pai de Adelita – de assumir o cargo. Ele tentava reeleição, mas teve a candidatura indeferida devido a duas ações de improbidade administrativa cometidas em 2011. Para a nova prefeita, o resultado das urnas na eleição provou a vontade popular. “A questão não é estar no poder, mas deixar as pessoas certas no poder”, definiu sua situação.

A nova prefeita vai tomar posse do cargo provavelmente no dia 20 (quinta-feira). Ela assumirá o lugar do vereador Chrystian Coser, que substituiu o ex-presidente da Câmara Municipal, Josué de Pádua Melo (PMDB), que havia assumido a prefeitura após a eleição de outubro de 2016, que foi anulada.  Na campanha para eleição suplementar, Josué, o Zé Vareta, deixou a prefeitura para se candidatar vice de Adelita.

Adelita garantiu que vai atuar como gestora juntamente com o auxílio do seu pai. Logo que assumir o cargo majoritário a prefeita eleita garantiu que vai precisar de pessoas que estejam dispostas a trabalhar, porém ainda não planejou nenhuma mudança nas secretarias. “Meu pai vai atuar junto a mim no governo municipal, vamos fazer uma política de geração de empregos, reestabelecer o parque rodoviário, retomar o equilíbrio da saúde do município e investir na urbanização”, detalhou.

Em relação ao candidato adversário Fernando Dolenz, o Fernando da Farmácia (PSDB), que recebeu 2.134 votos, equivalente a 43,45% dos votos válidos, Adelita se diz segura, pois não acredita que ele irá recorrer à Justiça pela terceira vez. “Não cabe ao juiz recorrer o que o prefeito não conseguiu nas urnas”, declarou a nova prefeita.

Efraim aproveitou a oportunidade para falar sobre sua impugnação. Ele contou que teve todas as liminares negadas pela justiça e acredita ter sido julgado indevidamente. “Os juízes pensam que são Deus, mas Deus já mostrou nas urnas, pelos votos que Adelita recebeu, a injustiça que me fizeram. Abriram um processo por causa de R$ 900, relativo a um serviço de fotografias que foi feito na posse do vice-prefeito quando deixei a prefeitura para me candidatar a deputado estadual.. Eu não dei a ordem para fazer fotos, não assinei cheque, não autorizei nada. Foram quatro horas de áudio, tanto de acusação como da defesa e o juiz conseguiu me julgar em apenas duas horas”, desabafou.

Por outro lado, o ex-prefeito garantiu que está satisfeito com a conquista de sua filha. Efraim já foi prefeito em Quatiguá durante dois mandatos seguidos – entre 2004 e 2012. Agora com sete vereadores na Câmara a favor da administração, a nova prefeita e seu pai pretendem mostrar uma nova realidade para os municípios.

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Fonte do post: Dayse Miranda, especial para Tribuna do Vale

Notícias Relacionadas

Comentar: Adelita Moraes admite que vai administrar com ajuda de seu pai

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp 596