terça-feira, 12 de dezembro de 2017

Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90

Crianças aprendem a combater o mosquito da dengue‏

Crianças aprendem a combater o mosquito da dengue‏
Crédito da foto Para Iara Caldeira
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Patrocinado pela Duke Energy, espetáculo “Um Reino sem Dengue” encerra temporada com apresentações em quatro cidades paranaenses

 

Com objetivo de despertar nas crianças a consciência de que o mosquito Aedes Aegypti é perigoso e precisa ser combatido, o projeto “Um Reino sem Dengue” encerra uma temporada de apresentações pela Bacia do Paranapanema visitando quatro municípios da região. A iniciativa da Villa 7 Produções Culturais, patrocinada pela Duke Energy, será apresentada nos dias 14, 15, 18 e 19 de abril para crianças de Sertaneja, Rancho Alegre, Jataizinho e Leópolis.

 

Viabilizado pela Lei Rouanet de incentivo fiscal, o trabalho consiste na encenação do livreto “Um Reino sem Dengue”, escrito pela autora Alda de Miranda. Em Sertaneja, os atores contam a história nesta quinta-feira (14), para alunos no Centro Cultural Gerson Gerdulli, divididos em duas sessões: às 10h e às 15h. Na sexta-feira (15), o projeto estará em Rancho Alegre, com duas apresentações na EM Arthur Serafim Marques para aproximadamente 300 alunos.

 

Conforme a secretária de Educação de Rancho Alegre, Mirian do Prado Gonçalves, ações como esta fazem com que cada aluno se transforme em um multiplicador no combate à dengue. “O espetáculo ajuda a despertar a conscientização das crianças desde cedo, tornando a prevenção ainda mais efetiva na cidade”, pontua.

 

Na segunda-feira, a atração será levada a estudantes de Jataizinho, na escola Dom Pedro II. Já na terça-feira, as apresentações serão encerradas na escola EM Argenede Motta Prodossimo, em Leópolis.

 

Desde o início de março, a programação cultural, realizada em parceria com as secretarias municipais de Educação e de Cultura, percorreu 25 municípios paulistas e paranaenses.

 

De acordo com André Guimarães, da área de Relações Institucionais da Duke Energy, através do projeto a companhia contribui com a prevenção à dengue nas comunidades da Bacia do Paranapanema. “A contação de história envolve o público infantil de maneira lúdica e interativa. As crianças adquirem novos conhecimentos, importantes no combate ao mosquito Aedes Aegypti, fortalecendo o que já aprenderam nas escolas”, comenta.

A história

Em um reino, o rei fica doente e o responsável é um mosquitinho, que será combatido heroicamente por príncipes e súditos. O livreto “Um Reino sem Dengue” aborda o surto da doença transmitida pelo mosquito Aedes Aegypti. Com ilustrações alegres e coloridas, foca em ensinamentos de como prevenir a dengue. Com o mesmo intuito, o espetáculo de contação de histórias traz uma trilha sonora envolvente, texto leve e divertido e um cenário que aflora a imaginação infantil.

 

A Duke Energy Brasil tem a concessão de oito usinas hidrelétricas instaladas ao longo do rio Paranapanema e duas pequenas centrais hidrelétricas no rio Sapucaí-Mirim. Juntas as duas operações são responsáveis por cerca de 2,3Gigawatts de capacidade total instalada e geram uma média 12 milhões de MW/h por ano. Isso equivale a energia suficiente para abastecer quase 7 milhões de famílias ou 27 milhões de habitantes. Com cerca de 300 empregados no país, a Duke Energy Brasil representa o maior investimento internacional da norte-americana Duke Energy Corp.,a maior companhia de serviços públicos dos Estados Unidos.

 

A Villa 7 Cultura é uma produtora Cultural especializada em gestão de cultura e no desenvolvimento de projetos culturais utilizando as leis de incentivo fiscal.

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Fonte do post: Iara Caldeira

Notícias Relacionadas

Comentar: Crianças aprendem a combater o mosquito da dengue‏

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125