quarta-feira, 22 de novembro de 2017

Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90

É possível ter depressão e ansiedade juntas? 22 sintomas para considerar

É possível ter depressão e ansiedade juntas? 22 sintomas para considerar
Crédito da foto Para Marjan Apostolovic/shutterstock
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Depressão e ansiedade são duas condições diferentes, que possuem características, causas e tratamentos próprios, mas que também podem compartilhar sintomas em comum e, em alguns casos, até acometer ao mesmo tempo uma única pessoa, provocando um quadro chamado de transtorno depressivo ansioso.

O transtorno depressivo ansioso é um acometimento psiquiátrico que une sintomas das duas doenças, resultando em tristeza e preocupação constantes, e que afeta o convívio familiar, relacionamentos e trabalho do paciente.

Causas do transtorno depressivo ansioso

homem triste depressao 0417 400x800© Africa Studio/Shutterstock homem triste depressao 0417 400×800

Assim como na maioria dos transtornos psíquicos, a depressão ansiosa não tem suas causas conhecidas pela medicina, mas acredita-se que é resultado de uma condição com base genética desencadeada por gatilhos específicos, como morte de parentes ou pessoas queridas, desemprego, problemas financeiros, baixa autoestima, entre outros.

De acordo com o psiquiatra Antônio Geraldo da Silva, superintendente técnico da Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP) o transtorno em um mesmo paciente pode ocorrer por dois caminhos: no primeiro, o quadro depressivo estimula o aparecimento da ansiedade. Já no segundo, a ansiedade propicia o surgimento da depressão.

Sintomas de depressão ansiosa

mulher com depressao 0717 400x800© Tharakorn/iStock mulher com depressao 0717 400×800

Por se tratar de uma doença caracterizada pela comorbidade, ou seja, a presença de mais de um transtorno ao mesmo tempo, a pessoa pode apresentar tanto os sintomas de depressão, quanto o de ansiedade, que são:

Alterações do apetite

Alterações do sono

Apatia e cansaço

Aperto no peito

sindrome depressao sintomas 216 400x800© monkeybusinessimages/iStock sindrome depressao sintomas 216 400×800

Apreensão e desesperança

Delírio

Descontrole dos próprios pensamentos

Diarreia

Dificuldade de concentração

Diminuição da libido

ataque cardiaco dor no peito 0117 400x800© decade3d – anatomy online/Shutterstock ataque cardiaco dor no peito 0117 400×800

Dor de barriga, nas costas ou no peito

Fala exageradamente rápida

Falta de ar

Falta de concentração, prazer e vontade

Inquietude

medo inseguranca duvida 0917 400x800© Golubovy/shutterstock medo inseguranca duvida 0917 400×800

Medo constante

Nervosismo

Perda de memória

Preocupação exagerada

Sensação de que algo ruim vai acontecer

tontura dor cabeca 0117 400x800© PathDoc/Shutterstock tontura dor cabeca 0117 400×800

Mal-estar

Tensão muscular

Tontura

Tristeza profunda

Tratamento do transtorno depressivo ansioso

sintomas de ansiedade 400x800 0417© Hopeful.ya/shutterstock sintomas de ansiedade 400×800 0417

O tratamento da condição é o mesmo indicado para o caso de depressão ou ansiedade isolados, ou seja, é multidisciplinar e envolve uso de medicamentos prescritos e acompanhamento com psicólogo e psiquiatra.

A cura da depressão ansiosa pode ser temporária, o que significa que os transtornos podem se manifestar novamente algum dia. Poderá ser necessário, portanto, retomar o tratamento e prolongar o tempo de uso da medicação para evitar novas crises.

Depressão: causas e tratamentos

12 sinais que podem indicar início de depressão e você não deve ignorar

Cientistas estão perto de descobrir como barrar a depressão

fatos importantes sobre depressão que ninguém conta

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Fonte do post: Paulo Nobuo

Notícias Relacionadas

Comentar: É possível ter depressão e ansiedade juntas? 22 sintomas para considerar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125