Thursday, 24 de September de 2020

Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90

AUDIÊNCIA DEBATE A PERMANÊNCIA DA PETROBRAS NO PARANÁ

AUDIÊNCIA DEBATE A PERMANÊNCIA DA PETROBRAS NO PARANÁ
Photo Credit To Refinaria Presidente Getúlio Vargas, em Araucária.. Créditos: Divulgação Petrobras
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Na próxima quinta-feira (03), a Assembleia Legislativa do Paraná realiza uma audiência pública on-line para promover a campanha “Petrobras Fica no Paraná”. O debate foi proposto pelos deputados Professor Lemos (PT) e Hussein Bakri (PSD), apoiado pelos demais deputados, e tem como objetivo debater mecanismos para impedir a venda das subsidiárias da Petrobras instaladas no Paraná.

Atualmente, o Paraná corre o risco de perder as subsidiárias da Petrobras instaladas no Estado, Unidade de Industrialização de Xisto (SIX), em São Mateus do Sul e a Refinaria Presidente Getúlio Vargas (Repar), em Araucária, medida que vai causar o desemprego de milhares de trabalhadores e trabalhadoras e afetar cadeias econômicas regionais importantes.

“Precisamos ampliar este debate, que não pode ficar restrito aos trabalhadores e às centrais sindicais. A permanência da Petrobras no estado deve ser defendida por toda a sociedade, Governo do Estado, Poder Legislativo e também prefeitos e vereadores. O envolvimento dos municípios neste debate é fundamental, pois as receitas que o Estado e a União recebem da Petrobras são repassados para os municípios. Todos os setores precisam estar unidos em defesa da manutenção da Petrobras no Estado”, destacou Lemos.

Foram convidados a participa, além do Governo do Estado, o coordenador da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Petrobras, senador Jean Paul Prattes (PT-RN); o economista, doutorando em Economia Política Internacional pela UFRJ e pesquisador-visitante da UFBA, Rodrigo Leão; a socióloga, mestre em Ciências sociais pela UEL, Carla Ferreira; e o presidente do SINDIPETRO, Alexandre Guilhermo.

A audiência pública será realizada de forma on-line, a partir das 10 horas desta quinta-feira (03), com transmissão ao vivo pela TV Assembleia e redes sociais do Legislativo.

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Post source : Assessoria ALEP

Related posts

Comentar: AUDIÊNCIA DEBATE A PERMANÊNCIA DA PETROBRAS NO PARANÁ

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

WhatsApp 596