Wednesday, 14 de April de 2021

Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90

DISCRIMINAÇÃO CONTINUA: PR RECEBE MENOS DOSES DE VACINAS QUE O RS

DISCRIMINAÇÃO CONTINUA: PR RECEBE MENOS DOSES DE VACINAS QUE O RS
Photo Credit To Créditos: Dálie Felberg/Alep
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

O deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB) afirmou nesta quinta-feira (25) que o Paraná “está sendo discriminado mais uma vez pelo Ministério da Saúde”. Romanelli denunciou que, no novo lote de vacinas encaminhado nesta semana, o Paraná recebeu 167,3 mil doses, enquanto que 219,2 mil doses dos imunizantes foram encaminhadas ao Rio Grande do Sul.

“Isso é inaceitável e inexplicável. Temos uma população maior que o Rio Grande do Sul e estamos recebendo 51,9 mil doses a menos. Queremos um tratamento igualitário e vamos continuar a cobrar explicações e ações do Ministério da Saúde e do Governo Federal”, disse.

Das 167,3 mil doses encaminhadas ao Paraná, 102,5 mil são da Oxford/AstraZeneca e 64,8 mil doses da CoronaVac. Já para o Rio Grande do Sul foram 135 mil da Oxford/AstraZeneca e 84,2 mil doses da CoronaVac, totalizando 219,2 mil doses. Segundo dados do IBGE, o Paraná possui 11.516.840 habitantes e o Rio Grande do Sul tem 11.422.973.

NOVA COBRANÇA – Romanelli lembra que fez cobrança semelhante ao Ministério em janeiro e no início de fevereiro e até o momento não houve resposta. Naquela época houve uma diferença de mais de 120 mil vacinas a menos para o Paraná.

“Além de explicações, queremos que o Ministério entregue ao Paraná as doses que deixaram de ser repassadas. Nós temos que receber essa diferença. São milhares de paranaenses que deixaram de ser vacinados porque o Ministério não entregou proporcionalmente a nossa população”, reforçou.

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Post source : Assessoria ALEP

Related posts

Comentar: DISCRIMINAÇÃO CONTINUA: PR RECEBE MENOS DOSES DE VACINAS QUE O RS

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

WhatsApp 596