quarta-feira, 16 de outubro de 2019

Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90

Jacarezinho: Sanepar apresenta gestão de resíduos sólidos para prefeitos

Jacarezinho: Sanepar apresenta gestão de resíduos sólidos para prefeitos
Crédito da foto Para Assessoria
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Cerca de 65 mil toneladas de resíduos sólidos domiciliares são tratados por ano nos aterros de sete municípios paranaenses que estão sob a responsabilidade da Sanepar. Esta experiência, que já é referência em termos de excelência na gestão, foi apresentada no encontro Interface da Gestão de Resíduos Sólidos com Recursos Hídricos, quarta-feira (20), em Jacarezinho.

 O evento, promovido pelo Comitê da Bacia Hidrográfica (CBH) do Rio Paranapanema,reuniu mais de 130 participantes, entre prefeitos, secretários e técnicos de 79 municípios do Paraná e São Paulo que integram o Comitê. O objetivo foi discutir os impactos da gestão dos resíduos sólidos nos recursos hídricos e sensibilizar os gestores públicos no sentido de viabilizar a introdução da Política Nacional de Resíduos Sólidos.

“Avançamos as discussões sobre os desafios relacionados ao tema, especialmente em relação aos riscos de contaminação dos corpos hídricos. Ainda existem lacunas na gestão,desde a coleta dos resíduos até os aterros”, afirma o presidente do Comitê de Bacia do Norte Pioneiro e técnico em edificações na Sanepar, Gandy Ney de Camargo, anfitrião do evento. “O resultado deste encontro estará condensado num documento, que em breve estará nos sites dos comitês”, diz.

Na abertura do evento, o gerente-geral da Sanepar na região, Rafael Malaguido,destacou a preocupação da Companhia em colaborar com os municípios na gestão dos resíduos sólidos. “Precisamos atuar de forma a garantir a preservação dos mananciais, para levar água boa de beber até a casa de cada paranaense”, resumiu.

RESÍDUOS SÓLIDOS – “O mundo precisa avançar com melhores tecnologias para tratar seu lixo”, afirma o gerente de Resíduos Sólidos da Sanepar, Charles Carneiro.

Entre os entraves para a aplicação da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS),Charles menciona a dificuldade de cobrança da tarifa pelas prefeituras para um agestão adequada dos resíduos. “A cobrança, tradicionalmente feita nos carnês de IPTU, acaba por gerar inadimplência muito grande. Além disto, é preciso ter escala em volume de resíduos para cobrir os custos operacionais de uma tecnologia mais moderna e adequada à legislação ambiental”, explica Carneiro.“É necessária que a coleta seletiva, a  construção e a manutenção dos aterros não poluam os lençóis freáticos.”

O gerente falou sobre a proposta de gestão regionalizada dos resíduos aos 19 municípios da Associação dos Municípios do Médio Paranapanema (Amepar).“Estamos estudando rotas tecnológicas e considerando a instalação de um aterro consorciado em 2020. Nos colocamos como prestadores de serviço à disposição dos municípios para vencer os muitos desafios relacionados à gestão adequada dos resíduos sólidos domiciliares”, concluiu.

Técnicos da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) também apresentaram cases e falaram dos desafios da implantação da PNRS. “O primeiro desafio é a educação ambiental para que a separação de resíduos seja realizada dentro de casa. Não há lei que nos permita fiscalizar isto, então, precisamos de educação”, afirma Fernando Antônio Wolmer, engenheiro da Diretoria de Avaliação de Impacto Ambiental da Cetesb.

CONSTRUÇÃO CIVIL – A parceria com o Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado de São Paulo (Sinduscon-SP), que viabiliza a gestão de resíduos de mais de 2 mil associados, foi apresentada pelo assistente executivo da Presidência da Cetesb João Luiz Potenza. O Sistema Estadual de Gerenciamento Online de Resíduos Sólidos de São Paulo (Sigor), módulo Construção Civil, tem avançado em cidades como São José do Rio Preto, com mais de 1.300 usuários e o beneficiamento de mais de 30 tipos de artefatos a partir dos resíduos coletados.

RECURSOS HÍDRICOS – O Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Paranapanema é federal e integra seis comitês estaduais: Tibagi, Piraponena e Norte Pioneiro, no Paraná; Alto Paranapanema, Médio Paranapanema e Pontal do Paranapanema, em São Paulo.

Desde 2016, um plano integrado de gestão de bacias está sendo implantado nos municípios que congregam o comitê federal. Construído de forma participativa, o documento contempla a gestão dos resíduos sólidos como um dos pilares do saneamento básico, em conformidade com a lei federal n. 11.445/2007 e com os Planos Municipais de Saneamento Básico (PMSBs).

Para 2019, estão previstas outras duas ações de integração entre os comitês dos dois estados. “A questão é manter o diálogo, a mobilização e a integração dos membros. A ideia é termos sempre propostas com a participação de toda a sociedade”, afirma Suraya Damasde Oliveira Modaelli, secretária-adjunta do CBH do Rio Paranapanema.

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Fonte do post: Assessoria

Notícias Relacionadas

Comentar: Jacarezinho: Sanepar apresenta gestão de resíduos sólidos para prefeitos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp 596