quinta-feira, 13 de Maio de 2021

Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90

Lista para crianças de quatro e cinco anos é zerada em Jacarezinho

Lista para crianças de quatro e cinco anos é zerada em Jacarezinho
Crédito da foto Para Hugo Batista
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

A falta de vagas nas creches é um problema em todos os municípios brasileiros. Diariamente centenas de mães procuram as unidades educação para matricular seus filhos em uma creche por não terem com quem deixá-los durante a jornada de trabalho. Em Jacarezinho, a situação é diferente. A Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Esportes a pedido do prefeito Sérgio Eduardo de Faria, Dr. Sérgio, toma providências desde o início de 2013.
A Secretária de Educação Danielle Cristine Silvano Cruz relata sobre a dificuldade para suprir a lista de espera que havia acumulado. Ela ainda lembra que por ano são mais de 100 novos nomes. “Podemos calcular pela quantidade de nascimentos no município, que são em média de 600 novas crianças anual. Assim, temos a essa lista de espera, de 90 a 150 novos nomes por ano e comparado ao número de nascidos no ano atendemos 10%, dessas crianças de um a dois anos,” divulgou.
A Coordenadora de Educação Infantil Viviane Benetti de Oliveira relembrou que no início de 2013 havia mais de 1000 crianças na lista de espera. No decorrer dos anos, Dr. Sérgio com projetos e esforços conseguiu sanar esse problema, criando em média 650 novas vagas para as EMEIS. A coordenadora reforçou que dificuldades existem, mas que trabalhos são realizados para melhorias. “As crianças de quatro e cinco anos já estão com a lista zerada desde 2014. Já as de um a três anos ainda não concluíram, porque exige mais cuidado, todo um planejamento, um ambiente diferente mais apropriado”, exemplificou. E afirmou que estão trabalhando para que possa melhorar esse quadro, como ampliação e reformas nas EMEIS.
Ela reforçou que o prefeito de Jacarezinho cumpre a lei. A lei obriga que crianças de quatro e cinco anos estejam lotadas na pré-escola, e nessa parte o município cumpriu em 100%. Na lei da Constituição da República de 1988, no artigo 7º, inciso XXV o direito à creche é contextualizado dentre os direitos sociais.  No art. 29, diz que a educação infantil, primeira etapa da educação básica, tem como finalidade o desenvolvimento integral da criança de até seis anos de idade, em seus aspectos físico, psicológico, intelectual e social, complementando a ação da família e da comunidade.
Segundo Viviane o município conta com 12 Escolas de Educação Infantil (EMEI), atendendo com 80% das crianças em tempo integral e 20% parcial, distribuídos nos bairros. Ela também informou que o quadro que antes era 30% da lista de crianças de quatro e cinco anos, hoje está em 80% no atendimento e as crianças de um a dois anos conseguiram chegar a 15%.
“Procuramos suprir as necessidades de todos, porque além da lista normal que temos das crianças, também tem a lista do Ministério Público. Pois alguns pais com a grande necessidade procuram o mesmo para conseguirem mais rápido a vaga de seu filho junto à creche. Mas para isso tem que existir essa vaga. Então antes de chamar as crianças nós sentamos e estudamos o espaço e depois chamamos”, esclareceu.
Viviane também explicou sobre a forma que é convocado o próximo da lista. “Antes eram chamados por telefone, mas por muitas vezes não conseguirmos falar com o responsável, ou por dar fora de área e cair na caixa postal, ou por outros problemas. Assim resolvemos também convocar por carta que é levada por nosso motorista na casa de cada um,” relatou.
Os atendimentos para dúvidas e informações sobre as vagas, na Secretaria de Educação é nas terças e quartas com a Viviane ou Juliana. A Secretaria de Educação, Cultura e Esportes através da Secretária Danielle Cristine Silvano Cruz se coloca à disposição da população para qualquer esclarecimento.

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Fonte do post: Marília Gabriela

Notícias Relacionadas

Comentar: Lista para crianças de quatro e cinco anos é zerada em Jacarezinho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp 596