quarta-feira, 18 de setembro de 2019

Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90

Mães cobram funcionamento de creche que já foi concluída

Mães cobram funcionamento de creche que já foi concluída
Crédito da foto Para Nova creche já está pronta, mas não é utilizada pelo município
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Todos os dias centenas de pessoas, entre mães e alunos da Creche Pedacinho do Céu, no bairro do Aeroporto, em Jacarezinho, precisam atravessar a BR-153 para chegar ao estabelecimento de ensino. Apesar do semáforo e da faixa de pedestre elevada, cruzar a rodovia com crianças é uma tarefa perigosa. Nada disso precisaria ocorrer se a prefeitura de Jacarezinho colocasse em funcionamento a nova creche construída no bairro, mas que continua fechada.

Segundo as famílias das crianças, as obras da unidade foram finalizadas no primeiro semestre, mas até agora não há sinal de que a tão esperada inauguração – e devida utilização – aconteça. “Se não tivesse outra opção, tudo bem. A vida inteira foi assim. Mas já existe um prédio pronto. A gente não consegue entender qual é a dificuldade de transferir a creche de um prédio para outro. Se precisar a maioria das mães ajudaria na mudança”, protesta uma das mães.

Segundo ela, um grupo de mães conversou semana passada com os responsáveis pela área de educação, mas não se vislumbra uma solução em curto prazo. “A outra creche está lá, vazia, juntando pó e o povo aqui atravessando a pista duas vezes por dia correndo risco de uma tragédia”, reclama outra mãe que entrou em contato com a Tribuna do Vale, nesta sexta-feira (23).

Na condição de anonimato outra moradora do Aeroporto, em companhia de outra mãe que também têm filhos matriculados na creche em questão pediu uma solução por parte da prefeitura de Jacarezinho. “Acho que o mais difícil já aconteceu, que era a construção de uma creche nova. Agora que já está pronta, fica essa enrolação. Não dá para entender o que eles estão esperando? Será que estão aguardando acontecer uma tragédia para resolver o problema?”, questiona.

Na entrada da creche recém-construída uma placa aponta que o término da obra era previsto para março de 2018, cujas obras tiveram início em junho de 2017. Na unidade foram investidos R$ 576 mil oriundos do governo federal. Entretanto, praticamente um ano e meio após a previsão inicial, o cenário é de nenhuma movimentação. Apenas um vigia cuida do local para evitar a ação de vândalos.

Para o vereador Nilton Stein (PT) o problema é a falta de esforço da secretaria de Educação de Jacarezinho em fazer a mudança. “Primeiro faltava móveis. Depois faltava não sei o que. A gente já sugeriu que simplesmente tragam a estrutura da Creche Pedacinho do Céu para a nova supercreche, mas até agora não tivemos resposta. Essa obra já deveria estar atendendo a comunidade, só que na prática o que a gente vê é isso, toda esta estrutura ociosa”, critica. “O espaço aqui é maior, a mudança iria beneficiar alunos, professores, e as mães que não precisariam atravessar a rodovia. Às 6h da tarde, por exemplo, a rodovia tem um trânsito intenso e o pessoal saindo da creche. É uma situação de risco que não precisaria estar acontecendo”, completa.

A reportagem da Tribuna do Vale tentou contato com a secretária de Educação de Jacarezinho, Danielle Silvano Cruz, mas até o fechamento da edição ela não retornou as ligações feitas a seu celular. 

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Fonte do post: Tribuna do Vale

Notícias Relacionadas

Comentar: Mães cobram funcionamento de creche que já foi concluída

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp 596