Friday, 18 de September de 2020

Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90

Mães e filhos: de trabalho a lazer, dá para fazer tudo junto

Mães e filhos: de trabalho a lazer, dá para fazer tudo junto
Photo Credit To No Mamaworking, as mães encontraram a possibilidade da maternidade sem interromper a carreira profissional: tudo compartilhado (foto: Franklin de Freitas)
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Todo ano é a mesma coisa: maio chega e a principal preocupação dos filhos é a comemoração do Dia das Mães. Procura-se presentes daqui e dali e grande parte acaba esquecendo que, para as mães, a presença do filho é sempre o melhor. Ao menos, essa é a afirmação mais comum de ser ouvida quando questionadas sobre que presentes querem ganhar nesta data. E esse pensamento vira unanimidade quando os filhos ainda são pequenos.

E o estar juntos nas atividades corriqueiras começa a ser uma possibilidade frequente em Curitiba. Hoje, as mães encontram a chance de trabalhar, passear, ir ao cinema, fazer um curso — entre outras atividades — sem ter que deixar o filho ou filha em casa.

Uma das principais opções — para muitas mães, um sonho de consumo — é aliar o trabalho à maternidade. Embora a licença maternidade seja um benefício mais do que benvindo, muitas mães afirmam que o tempo — 120 dias —, é pouco. Por isso, quando têm a oportunidade, algumas mulheres acabam se afastando do trabalho após o fim do prazo de pagamento do benefício. “Isso acaba sendo uma experiência muito solitária, mas que você só percebe quando volta a trabalhar”, afirma a empreendedora Fernanda Milani, mãe de Olívia, de um ano e sete meses.

Fernanda é uma da mães que descobriram no Mamaworking espaço de escritório compartilhado criado para as mães que querem trabalhar, mas sem ficar longe dos filhotes, uma chance de aliar a profissão com maternidade. Ela conta que, apesar da ideia de deixar o mercado de trabalho para se dedicar a Olívia, a empresa na qual trabalhava antes do nascimento da filha a chamou para voltar.

“Foram eles que pagaram os dois primeiros meses do Mamaworking para que eu e a Olívia pudéssemos nos adaptar a nova realidade”, relata. “No primeiro mês, eu praticamente não consegui trabalhar, mas aos poucos ela foi se adaptando e, hoje, eu consigo ficar o dia todo na empresa, enquanto deixo ela no Mama.”

Outra adepta da modalidade é Paula Freire Reichert, mãe de Maia, de oito meses. Ela também tinha decidido se afastar para se dedicar apenas à maternidade nos dois primeiros anos da filha, mas, quando recebeu o convite de Valquíria Porto, idealizadora do Mama, as coisas mudaram. “Primeiro, porque aqui eu não preciso ficar longe da Maia e, em segundo lugar, eu gosto do meu trabalho”, revela. 

O Mamaworking, que funciona na Rua Camões, 1.275, no bairro Alto da XV, é um coworking (escritório coletivo de trabalho) para pais e mães. Freelancers, empreendedoras, advogadas e profissionais liberais compartilham uma casa equipada com wi-fi, copa, café e tudo o mais, para poder trabalhar com mais foco nas suas atividades.

O espaço oferece planos para os pais, inclusive, a possibilidade de deixar as crianças no local enquanto trabalham em outro espaço. Além de todo o suporte necessário para o desempenho das atividades laborais, há oficinas para as crianças e para os pais. O Mama funciona de segunda à sexta, das 8 às 12 horas, e das 13 às 18 horas, e aos sábados, das 8 às 17 horas.

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Post source : Ana Ehlert

Related posts

Comentar: Mães e filhos: de trabalho a lazer, dá para fazer tudo junto

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

WhatsApp 596