Thursday, 3 de December de 2020

Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90

PARANÁ: GOVERNO QUER ESTIMULAR DENÚNCIAS PARA COIBIR VIOLÊNCIA CONTRA CRIANÇA E ADOLESCENTE

PARANÁ: GOVERNO QUER ESTIMULAR DENÚNCIAS PARA COIBIR VIOLÊNCIA CONTRA CRIANÇA E ADOLESCENTE
Photo Credit To Silvio Jardim, coordenador da força-tarefa Infância Segura, da Secretaria de Estado da Justiça, Família e Trabalho, é o convidado do programa Assembleia Entrevista.. Créditos: Reprodução
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

De acordo com dados do Disque Denúncia, o Paraná registrou um aumento da violência contra criança e adolescente durante a pandemia causada pelo novo coronavírus. Entre janeiro e agosto deste ano foram identificados 1.168 casos de abusos. Para coibir a escalada da violência o Governo do Paraná está promovendo, em parceria com o Judiciário e outros órgãos da sociedade organizada, uma série de ações para estimular as denúncias. O assunto foi tema do programa Assembleia Entrevista que conversou com Silvio Jardim, coordenador da força-tarefa Infância Segura, da Secretaria de Estado da Justiça, Família e Trabalho.

“Detectamos o aumento da violência contra a criança e ao adolescente durante a pandemia. O número aumentou significativamente em relação ao ano passado. Também tivemos aumento da violência contra a mulher. O isolamento produz esses efeitos colaterais e isso nos preocupa bastante. Criamos então uma metodologia para que as pessoas tenham coragem de discar e informar. Assim, podemos organizar ações para diminuir esse sofrimento”, explicou Jardim, durante a entrevista.

Ele informou que a força-tarefa foi lançada junto com o pacto de Infância Segura. “Esta é uma bandeira do governo. É uma organização de vários órgãos do Executivo, Judiciário e sociedade civil que conta com 18 ações conjuntas para o enfrentamento desse tema tão sensível entre nós. O maior problema é unificação de dados, por isso nosso objetivo maior é promover ações coordenadas entre os órgãos”, disse.

Segundo Jardim, para que as ações deem resultado, a ajuda da sociedade é de extrema importância. “A maior contribuição da população é discar para 181 e informar o que está acontecendo, mesmo que seja uma suspeita de anormalidade. Infelizmente, a maioria dos abusos começa no seio familiar. Muitas vezes as pessoas ficam temerosas de denunciar, pois a violência parte de quem menos poderia esperar. Devemos comunicar o fato para que possamos encaminhar para o órgão responsável”. Outro canal de denúncia importante é o site http://www.infanciasegura.pr.gov.br/.

Para o coordenador da força-tarefa Infância Segura, todas as ações têm um objetivo principal: a prevenção da violência. “Isso é o mais importante. Toda e qualquer ação que possa coibir esse crime é necessária. A solução está na educação, por isso acreditamos que as campanhas têm resultados. Sabemos que isso funciona. A educação é feita através de campanhas que promovem a conscientização coletiva. Este é nosso objetivo no combate a este flagelo social”, encerrou.

A íntegra do programa com Silvio Jardim, coordenador da força-tarefa Infância Segura, da Secretaria de Estado da Justiça, Família e Trabalho pode ser assistida pelo canal do Youtube no link: https://youtu.be/RJkS8mQUeIc

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Post source : Assessoria ALEP

Related posts

Comentar: PARANÁ: GOVERNO QUER ESTIMULAR DENÚNCIAS PARA COIBIR VIOLÊNCIA CONTRA CRIANÇA E ADOLESCENTE

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

WhatsApp 596