domingo, 15 de dezembro de 2019

Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90

Saiba quais foram os nomes mais usados em bebês em 2019

Saiba quais foram os nomes mais usados em bebês em 2019
Crédito da foto Para Pixabay
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Os nomes Miguel e Helena foram mais uma vez os mais escolhidos para bebês que nasceram em 2019, de acordo com levantamento da BabyCenter. Apesar disso, outras tendências começaram a ser vistas neste ano, como o crescimento de nomes curtos e a queda dos compostos.  O levantamento, que completa dez anos, foi elaborado a partir dos dados de 480 mil bebês nascidos ao longo do ano e cadastrados na plataforma digital gratuita.

No caso dos meninos, Miguel acabou se consolidando como o nome preferido da década, tendo ficado no topo da lista em nove dos dez anos de levantamento. A única exceção foi em 2010, quando Gabriel ficou na frente. Neste ano, além de Miguel, completaram os cinco mais: Arthur, Heitor, Bernardo e Théo.

Segundo o site, o nome que mais cresceu entre os meninos, no entanto, foi Valentim, que veio na esteira de Benjamin e ficou em 38º. A expectativa é que muitos bebês sejam registrados como Valentim nos próximos anos. Na tendência de nomes curtos, cresceu também Ravi, Gael, Noah, Derick e Levi.

Entre as meninas, também não foi surpresa a permanência de Helena no topo da lista, após ter desbancado Alice no ano passado. Apesar disso, o site aponta o forte crescimento de Liz, principalmente pelo significado religioso, “Deus é meu juramento”. Com ele, cresceram outros nomes com som de “is”, como Isis, Elisa, Íris e Elis.

Assim como os meninos, os nomes femininos curtos também ganham mais espaço, assim como os nomes literais, ligados à natureza, como destaque para Aurora e Pérola. Apesar disso, os cinco nomes mais usados entre meninas nascidas em 2019 foram ainda Helena, Alice, Laura, Manuela e Isabella.

Completando uma década de levantamento, o BabyCenter aponta pela primeira vez queda dos nomes compostos, que no início da década mostravam crescimento, principalmente com Henrique e Vitória, além dos prenomes tradicionais Maria, Ana e João. Os mais comuns neste ano foram Maria Luísa e Maria Clara, João Miguel e João Pedro.

O levantamento mostra ainda algumas influências de famosos e de personagens na escolha de nomes de bebês, com destaque para Melinda e Teodoro, filhos da atriz Thais Fersoza e Michel Teló, assim como de personagens de novelas, como Ícaro e Valentim, de “Segundo Sol” (Globo), e Noah e Liam, de séries e filmes adolescentes.

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Fonte do post: Folhapress

Notícias Relacionadas

Comentar: Saiba quais foram os nomes mais usados em bebês em 2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp 596