quarta-feira, 12 de dezembro de 2018

Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90

Árbitro não relata “nada de anormal” na súmula da partida do Atlético contra o Santos

Árbitro não relata “nada de anormal” na súmula da partida do Atlético contra o Santos
Crédito da foto Para Jogadores do Atlético reclamaram de pênalti marcado no final da partida contra o Santos. (Marco Silva/Estadão Conteúdo)
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

O árbitro Caio Max Augusto Vieira relatou na súmula que não houve “nada de anormal” na derrota do Atlético para o Santos por 1 a 0. Depois do pênalti marcado nos acréscimos do segundo tempo, os atleticanos reclamaram muito com a arbitragem. Além disso, Rubro-Negro demorou mais de 10 minutos para voltar ao vestiário já que as portas estavam trancadas.

De acordo com a súmula, um dos motivos para o acréscimo de tempo no segundo tempo foi o “tempo perdido para a cobrança do pênalti”. ” Houve acréscimos de 4 minutos no primeiro tempo e de 8 minutos no segundo tempo, devido às substituições, retirada de jogadores lesionados pela maca e o tempo perdido para a cobrança da penalidade”, escreveu o árbitro.

Aos 48 minutos do segundo tempo, o árbitro assinalou a penalidade em lance de Rony com o lateral-esquerdo Dodô. A marcação gerou muita revolta dos jogadores em campo e do técnico Tiago Nunes na área técnica. O jogo ficou parado por três minutos até a cobrança do uruguaio Carlos Sánchez.

Após a partida, a reclamação ainda continuou e a Polícia precisou proteger o sexteto de arbitragem. Já no momento que o Atlético retornava para o vestiário, as portas estavam fechadas, o que gerou um protesto maior ainda da equipe atleticana.

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Fonte do post: Pedro Melo

Notícias Relacionadas

Comentar: Árbitro não relata “nada de anormal” na súmula da partida do Atlético contra o Santos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp 596