terça-feira, 17 de setembro de 2019

Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90

Athletico bate o Internacional e larga em vantagem na decisão da Copa do Brasil

Athletico bate o Internacional e larga em vantagem na decisão da Copa do Brasil
Crédito da foto Para Bruno Guimarães decidiu o primeiro jogo da final (GISELE PIMENTA/FRAMEPHOTO/FRAMEPHOTO/ESTADÃO CONTEÚDO)
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

O Athletico está a um empate de conquistar o segundo título nacional da sua história. O time paranaense largou na frente do Internacional na decisão da Copa do Brasil, ao vencer por 1 a 0, na noite desta quarta-feira (11), na Arena da Baixada. Com o resultado, garantido com gol do volante Bruno Guimarães, o Furacão joga pela igualdade em Porto Alegre para levantar a taça da competição.

A partida de volta acontece na próxima quarta-feira (18), às 21h30, no Estádio do Beira-Rio. Antes, o Rubro-Negro volta a campo no domingo (15), às 11h, na Arena da Baixada, contra o Avaí, pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O jogo

As duas equipes não abdicaram das suas características na decisão. Enquanto o Athletico iniciou a partida rodando a bola e buscando espaços para chegar ao gol, o Internacional se defendeu e apostou nos contra-ataques.

A estratégia do time gaúcho segurou as triangulações rubro-negras lá atrás e fez com que os visitantes, dentro da sua proposta, chegassem duas vezes com Nico López e uma com Guerrero, ambas sem perigo. A melhor chance saiu dos pés de Uendel, aos 27 minutos, forçando o goleiro Santos a espalmar.

Com a missão de furar a retranca colorada, o Furacão conseguiu chegar apenas em chutes de fora da área. Primeiro, aos 13, Rony tentou aproveitar a segunda bola e mandou à direita. Mais tarde, aos 23, Léo Cittadini arriscou, mas o chute saiu torto.

O Inter seguiu com a mesma estratégia na segunda etapa, mas conseguiu se soltar nos minutos iniciais e levou perigo à meta rubro-negra. Aos cinco, Guerrero ajeito de cabeça na área e Patrick finalizou nas redes, mas pelo lado de fora. Aos nove, foi a vez de Edenílson avançar com liberdade e finalizar. A bola desviou em Bambu e passou raspando a trave.

Os sustos acordaram o Athletico, que voltou a ter o controle do jogo. E, com paciência, o time paranaense conseguiu furar o ferrolho dos visitantes. Aos 13, após bela troca de passes, Marco Ruben serviu Bruno Guimarães, que entrou livre na área e bateu no ângulo de Lomba para abrir o placar.

Com a vantagem, o Furacão esfriou o jogo e com paciência esperou uma chance para liquidar a fatura. Aos 27, por pouco, não aconteceu. Em jogada de velocidade, Rony puxou para o meio, invadiu a área e bateu forte para grande defesa de Marcelo Lomba.

Se o goleiro colorado evitou o pior de um lado, o rubro-negro garantiu a vitória do outro. Aos 30 minutos, Santos salvou em cima a finalização de Rodrigo Lindoso, que estava na pequena área. Pouco depois, aos 32, D’Alessandro tentou surpreender e o camisa 1 salvou mais uma vez para garantir a vantagem na decisão.

FICHA TÉCNICA
ATHLETICO 1X0 INTERNACIONAL

Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR).
Data: Quarta-feira, 11 de setembro de 2019.
Horário: 21h30.
Árbitro: Raphael Claus (FIFA-SP).
Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Correa (FIFA-RJ) e Neuza Inês Back (FIFA-SP).
Árbitro de vídeo:
 Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP).
Assistentes de vídeo: 
Caio Max Augusto Vieira (RN) e Fabrício Porfirio de Moura (SP).
Público e renda: 39.772 total | R$ 2.685.790,00.

Athletico: Santos; Khellven, Léo Pereira, Robson Bambu e Márcio Azevedo; Wellington, Bruno Guimarães e Léo Cittadini (Thonny Anderson); Nikão, Rony (Lucho González) e Marco Ruben (Marcelo Cirino).
Técnico: Tiago Nunes.

Internacional: Marcelo Lomba; Bruno, Rodrigo Moledo, Victor Cuesta e Uendel; Rodrigo Lindoso, Edenílson (Nonato), Patrick, D’Alessandro (Rafael Sóbis) e Nico López (Wellington Silva); Paolo Guerrero.
Técnico: Odair Hellmann.

Gol: Bruno Guimarães (CAP) aos 12′ do segundo tempo.
Cartão amarelo: Khellven, Wellington e Nikão (CAP).

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Fonte do post: Guilherme Coimbra

Notícias Relacionadas

Comentar: Athletico bate o Internacional e larga em vantagem na decisão da Copa do Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp 596