segunda-feira, 23 de julho de 2018

Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90

Coritiba larga em vantagem e derruba invencibilidade do Atlético na decisão

Coritiba larga em vantagem e derruba invencibilidade do Atlético na decisão
Crédito da foto Para Com gol de Júlio Rusch, o Coritiba saiu na frente na decisão do estadual (Geraldo Bubniak/AGB)
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

A alegria vestiu verde e branco no primeiro clássico decisivo do estadual. Com a bola parada servindo de arma letal, o Coritiba venceu o Atlético, por 1 a 0, na tarde deste domingo (01), no Couto Pereira, derrubou a invencibilidade do arquirrival e está a apenas um empate de conquistar o título do Campeonato Paranaense. Em um jogo truncado, os mandantes contaram com a qualidade do prata casa Júlio Rusch, que marcou de falta e deu a vantagem para o duelo de volta.

O jogo começou morno, com os dois times buscando a criação das jogadas através de bolas longas. Em um chute de longa distância de Pierre e com uma finalização de Éderson após lançamento na área, o Rubro-Negro teve duas oportunidades, mas esbarrou em boas defesas do goleiro Wilson. O Coxa, por sua vez, tentou explorar as laterais do campo e chegou a ameaçar com chute de Evandro após cruzamento de Pablo. Mas foi na bola parada que o time do técnico Sandro Forner encontrou o sucesso. Aos 29 minutos, Júlio Rusch teve a chance em cobrança de falta e não desperdiçou. Chute preciso, no fundo das redes adversárias, colocando os donos da casa na frente.

Com um segundo tempo de um ritmo menor, o Coritiba teve duas boas chances para ampliar o placar na parte inicial. Aos cinco minutos, Pablo recebeu belo passe de Thiago Lopes e chutou para fora. Pouco mais tarde, aos 10, foi a chance de Thiago Lopes tentar e esbarrar em boa defesa do goleiro Caio. O Rubro-Negro tentou ameaçar para buscar o gol de empate e teve as suas melhores oportunidades já na parte final. Aos 49, Alex Sandro cabeceou próximo da trave e assustou. No minuto seguinte, no último lance do jogo, Renan Lodi tentou em cobrança de falta, mas Wilson espalmou para garantir o resultado.

Com a vantagem conquistada dentro de casa, o Coritiba joga por um empate contra o Atlético, no próximo domingo (08), às 16h, na Arena da Baixada, para conquistar o título do Campeonato Paranaense.

Rusch abre o placar em cobrança de falta

As duas equipes iniciaram o clássico se estudando muito e tentando as primeiras criações nas bolas longas. As primeiras chance foi criada pelo Atlético, aos 12 minutos, em chute de fora da área de Pierre que forçou Wilson a fazer boa defesa. Mais tarde, aos 21, após lançamento na área, Éderson finalizou e o goleiro coxa-branca apareceu novamente para salvar e evitar o primeiro do Furacão.

A resposta alviverde veio logo em seguida, aos 23 minutos, com Pablo em velocidade pela direita. O atacante fez o cruzamento para Evandro, que finalizou de primeira e forçou o goleiro Caio a fazer bela intervenção para salvar o que seria o primeiro gol dos mandantes.

Se a tentativa pelas laterais não foi o caminho certo, o Coritiba encontrou o atalho para o gol através da bola parada. Aos 29 minutos, após falta de Pierre em Evandro, o volante Júlio Rusch cobrou com perfeição e abriu o marcador no Alto da Glória.

Ritmo diminui e Coxa garante a vantagem

A primeira chance veio já aos cinco minutos, com jogada de Thiago Lopes pelo lado esquerdo. O meia enxergou Pablo chegando na área e rolou para o meio, mas o camisa 92 acabou pegando mal na bola e mandou para fora. O Coxa voltou a ameaçar aos 10, com Thiago Lopes tabelando com o Evandro, invadindo a área e chutando no canto para forçar Caio a fazer uma bela defesa.

Precisando buscar o empate, o Furacão também chegou com perigo. Aos 18 minutos, Diego Ferreira invadiu a área e finalizou forte. Bem postado, o zagueiro Romércio colocou a cabeça na frente e salvou o que seria o empate atleticano.

As últimas chances rubro-negras na partida vieram já no apagar das luzes da partida. Aos 48 minutos, após cobrança de escanteio da direita, Alex Sandro cabeceou com perigo e a bola passou muito perto da trave do goleiro Wilson. Pouco depois, aos 50, Renan Lodi tentou em cobrança de falta e o goleiro alviverde espalmou para garantir o placar. Sem conseguir alcançar o empate, o Atlético deu adeus à invencibilidade no estadual e na temporada. Melhor para o Coritiba, que comemora o resultado e precisa apenas de um empate no jogo de volta, na Arena da Baixada, para conquistar mais um título estadual.

FICHA TÉCNICA
CORITIBA 1X0 ATLÉTICO

Local: Couto Pereira.
Data: Domingo, 01 de abril de 2018.
Horário: 16h.
Árbitro: Rafael Traci (PR).
Assistentes: Pedro Martinelli Christino (PR) e Weber Felipe Silva (PR).
Público e renda: 9.577 pagantes | 10.171 total | R$ 390.610,00

Coritiba: Wilson; Marcos Moser, Thalisson Kelven, Romércio e Léo Andrade; João Paulo, Matheus Galdezani (Vitor Carvalho), Júlio Rusch e Thiago Lopes; Pablo e Evandro (Guilherme Parede).
Técnico: Sandro Forner.

Atlético: Caio; Diego, Zé Ivaldo, Léo Pereira e Renan Lodi; Pierre, Bruno Guimarães e Matheus Anjos (Demethryus); João Pedro, Marcinho (Yago) e Éderson.
Técnico: Tiago Nunes.

Gol: Júlio Rusch (CFC) aos 29′ do primeiro tempo.
Cartões amarelos: João Paulo e Matheus Galdezani (CFC); Zé Ivaldo, Léo Pereira, Pierre e Bruno Guimarães (CAP).

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Fonte do post: Guilherme Coimbra

Notícias Relacionadas

Comentar: Coritiba larga em vantagem e derruba invencibilidade do Atlético na decisão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125