domingo, 16 de junho de 2019

Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90

Suposta vítima entregou à polícia imagens que mostrariam Neymar agindo de forma agressiva

Suposta vítima entregou à polícia imagens que mostrariam Neymar agindo de forma agressiva
Crédito da foto Para A ideia é também periciar o celular da mulher, cujo nome não foi divulgado no boletim de ocorrência em que foi feita a acusação de estupro. Na manhã deste domingo (2), o delegado do 110º DP, Bruno Gilaberte, foi até a Granja Comary (Teresópolis), onde treina a seleção brasileira, buscar informações sobre Neymar. O jogador ainda não havia voltado do período de folga, concedido a todos os atletas que se preparam para a disputa da Copa América, e não foi ouvido. Chegou-se à conclusão de que o atacante não estava em Teresópolis quando gravou o vídeo no sábado, motivo pelo qual o caso não ficou com o 110º DP. Os representantes da CBF que receberam a Polícia Civil não informaram onde estava o jogador, e o caso foi remetido à DRCI.
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

A mulher que acusa Neymar de tê-la estuprado em Paris possui imagens e documentos que não constam do boletim de ocorrência registrado na última sexta-feira. Inclusive, parte das provas já foi entregue à Polícia Civil de São Paulo. A informação foi divulgada pelo UOL Esportes.

As investigações correm protegidas por segredo Justiça. Segundo fontes que tiveram acesso às imagens, elas mostram o jogador agindo de forma agressiva antes do momento do suposto crime. A autora da acusação afirmou à polícia que Neymar a encontrou visivelmente alterado no dia 15 de maio, em um hotel e Paris, e teria mantido relações sexuais sem seu consentimento. A mulher, brasileira, afirma que viajou a Paris a convite de Neymar, onde teria passado dois dias e sido estuprada pelo jogador.

Imagens íntimas

Além da denúncia de estupro, a Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI), da Polícia Civil do Rio de Janeiro, vai investigar Neymar pela divulgação de imagens íntimas da mulher. O órgão confirmou a investigação, que já teve o auxílio de uma diligência do 110º Distrito Policial (Teresópolis).

No sábado (1º), ao se defender da acusação de estupro, o jogador publicou vídeo nas redes sociais declarando inocência. Ao fim, ele exibiu o que seriam conversas por WhatsApp com a mulher anteriores e posteriores à data em ela afirma ter sido estuprada (15 de maio). Entre as frases, aparecem imagens dela nua ou seminua –com rosto e partes íntimas borradas.

O artigo 218-C do Código Penal tipifica como crime “oferecer, trocar, disponibilizar, transmitir, vender ou expor à venda, distribuir ou divulgar por qualquer meio –inclusive por meio de comunicação de massa ou sistema de informática ou telemática– [“¦], sem o consentimento da vítima, cena de sexo, nudez ou pornografia”.

A pena prevista é de reclusão de um a cinco anos, “se o fato não constitui crime mais grave”. A pena, porém, é aumentada de um terço a dois terços “se o crime é praticado por agente que tenha mantido relação íntima de afeto com a vítima ou com o fim de vingança ou humilhação”.

Para o advogado e professor de direito digital no MBA da FGV Luiz Augusto Filizzola D’Urso, o caso de Neymar não poderia se enquadrar nessa definição, já que o artigo do Código Penal versa especificamente sobre nudez.

“Pode ser óbvio o conteúdo da foto, mas não há o vazamento do conteúdo original. Por desfocar [as imagens], ele se protege do crime. Quando apresenta a conversa, ele não abre as fotos nem executa os vídeos”, diz o advogado.

“Ela poderia processá-lo por difamação e ainda requerer uma ação de indenização. Mas não na questão da nudez”, ele completa.

O delegado da DRCI, Pablo Sartori, pretende ouvir Neymar sobre a divulgação das imagens e fazer uma perícia em seu telefone, já que as fotografias foram editadas para a colocação dos borrões.

A ideia é também periciar o celular da mulher, cujo nome não foi divulgado no boletim de ocorrência em que foi feita a acusação de estupro.

Na manhã deste domingo (2), o delegado do 110º DP, Bruno Gilaberte, foi até a Granja Comary (Teresópolis), onde treina a seleção brasileira, buscar informações sobre Neymar. O jogador ainda não havia voltado do período de folga, concedido a todos os atletas que se preparam para a disputa da Copa América, e não foi ouvido.

Chegou-se à conclusão de que o atacante não estava em Teresópolis quando gravou o vídeo no sábado, motivo pelo qual o caso não ficou com o 110º DP. Os representantes da CBF que receberam a Polícia Civil não informaram onde estava o jogador, e o caso foi remetido à DRCI.

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Fonte do post: Banda B com Folha e UOL

Notícias Relacionadas

Comentar: Suposta vítima entregou à polícia imagens que mostrariam Neymar agindo de forma agressiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp 596