terça-feira, 21 de novembro de 2017

Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90

Tomazina será palco do Campeonato Brasileiro de Canoagem Slalom

Tomazina será palco do Campeonato Brasileiro de Canoagem Slalom
Crédito da foto Para O Povo Online
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

O Campeonato Brasileiro de Canoagem Slalom deverá contar com a participação de cerca de 100 atletas, que disputarão as provas de 30 de outubro a 1º de novembro no Canal das Cinzas, em Tomazina, Norte Pioneiro do Paraná.

Considerado o mais importante evento do calendário nacional da modalidade, o certame é uma das seletivas para o ranqueamento dos atletas brasileiros, válido para a seleção dos canoístas que comporão a equipe permanente, que treina em Foz, também com patrocínio do Banco.

As competições apoiadas são preparatórias para os Jogos Olímpicos de 2016, que serão disputados no Rio de Janeiro. Patrocinador oficial da canoagem brasileira desde 2011, o BNDES tem uma carteira de 20 projetos apoiados, no valor total de aproximadamente R$ 41 milhões.

Mundial Júnior e Sub-23 – Com apoio do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), será disputado nesta semana, em Foz do Iguaçu, Oeste do Paraná, o Campeonato Mundial de Canoagem Slalom Júnior e Sub-23. O contrato de patrocínio firmado com a Federação Paranaense de Canoagem (Fepacan), no valor de R$ 2,4 milhões, contempla também a realização do Brasileiro de Canoagem Slalom 1ª Divisão, que será disputado no segundo semestre.

Sob a supervisão de integrantes da Federação Internacional de Canoagem (IFC), o Mundial Júnior e Sub-23 começa na quarta-feira, 22, e prossegue até domingo, 26, na principal pista de canoagem slalom da América Latina, construída no canal da piracema da hidrelétrica de Itaipu. A competição reúne 380 atletas, com mais de 350 embarcações, representando 36 países.

O Mundial contará com 36 atletas brasileiros, vários já veteranos no evento. Ana Sátila, medalha de ouro na Austrália no K1 feminino júnior, no ano passado, estreia em 2015 na categoria sub-23, ao lado da australiana Jessica Fox, atual campeã mundial sub-23 e sênior do K1 feminino.
Já no k1 masculino sub-23, o Brasil terá como representante Pedro Henrique Gonçalves, o Pepe, 9º lugar no Mundial Sub-23 de 2014 na Austrália. Ele enfrentará o italiano Giovanni De Gennaro, medalha de prata no Mundial em 2014 e Jiri Prskavec, da República Tcheca, bronze no mesmo campeonato.

No C2 masculino sub-23, a dupla brasileira formada por Charles Correa e Anderson Oliveira quer garantir uma vaga na final e superar o 5º lugar conquistado no último Mundial. Os favoritos da categoria são os tchecos Jonas Kaspar e Marek Sindler, campeões no ano passado.

Em 2007, o canal foi palco do Mundial Sênior, que serviu de seletiva mundial para os Jogos Olímpicos de Pequim e para o Pan-Americano de 2012, que foi seletiva das Américas para os Jogos Olímpicos de Londres, em 2012. Segundo o técnico da equipe brasileira, Ettore Ivaldi, a pista recebeu melhorias técnicas que a tornaram mais contínua, sem áreas de água tranquila.

Mais mundiais no Brasil – Durante reunião da Federação Internacional de Canoagem, realizada em Marrakesh, no Marrocos, o Brasil foi escolhido país-sede do Mundial de Canoagem Slalom 2018 e do Mundial de Canoagem Freestyle 2017, além de uma etapa da Copa do Mundo de Canoagem Freestyle, a ser disputada em outubro de 2016.

Os três eventos ocorrerão no Canal Olímpico do Complexo de Deodoro, Zona Oeste do Rio, local onde serão disputadas as provas de canoagem slalom nos Jogos Olímpicos do ano que vem e que terá estrutura de última geração para receber competições de grande porte da modalidade.

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Fonte do post: O Povo Online

Notícias Relacionadas

Comentar: Tomazina será palco do Campeonato Brasileiro de Canoagem Slalom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125