sexta-feira, 22 de Março de 2019

Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90

BR-153: IAP calcula grande prejuízo ambiental após vazamento de óleo em acidente de caminhão

BR-153: IAP calcula grande prejuízo ambiental após vazamento de óleo em acidente de caminhão
Crédito da foto Para Motorista morre após caminhão carregado com diesel tombar na BR-153, em Santo Antônio da Platina (Foto: PRF/Divulgação)
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

O Instituto Ambiental do Paraná (IAP) informou que os 40 mil litros de diesel que vazaram de um caminhão, que tombou na madrugada deste sábado (9) na BR-153, em Santo Antonio da Platina, atingiram uma grande área do Rio Ubá, um dos principais da região.

O veículo bateu em um barranco após tombar, perto da ponte do Ribeirão Ubá. O motorista, identificado como Elio Tim da Silva, morreu no local, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF). O trânsito chegou a ser interditado no local do acidente, mas foi totalmente liberado por volta das 10h40.

Segundo o IAP, o órgão está prestando atendimento ao acidente, e a Polícia Ambiental está percorrendo o rio para conclusão de um laudo que vai informar a dimensão do prejuízo para o meio ambiente.

Além disso, a empresa contratada pela seguradora da transportadora vai fazer o trabalho de contenção, limpeza e remoção do óleo e todo o solo contaminado na área afetada, ainda conforme o IAP.

Para análise do índice de contaminação, o Instituto informou que vai fazer coleta da água. O órgão ainda orienta os moradores da região a não fazerem uso da água do rio até que a situação seja normalizada.

Por fim, o IAP informou que uma multa será aplicada após conclusão da dimensão dos danos ambientais, porém o valor ainda não foi calculado.

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Fonte do post: Folha Extra Com informações do Portal G1/PR

Notícias Relacionadas

Comentar: BR-153: IAP calcula grande prejuízo ambiental após vazamento de óleo em acidente de caminhão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp 596