Saturday, 27 de February de 2021

Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90

Estrada de Londres a NY pode sair do papel

Estrada de Londres a NY pode sair do papel
Photo Credit To Divulgação Trecho da estrada sobre o mar
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

A companhia Russian Railways continua com seu plano ambicioso de construir a maior rodovia do mundo, que ligaria as cidades de Londres, na Inglaterra, a Nova York, nos Estados Unidos. Agora foram mostradas projeções de como seria rodovia. 

Segundo o presidente da empresa, Vladimir Yakunin, a Trans-Eurasian Belt Development teria 19.955 km de extensão, mas usaria a infraestrutura de algumas estradas já existentes na Europa, como a que atravessa toda a Rússia e tem 9.980 km.

Se bem sucedida, a proposta poderia criar entre 10 e 15 novas indústrias e cidades ao longo da rodovia, além de muitos empregos. Para o chefe da Academia de Ciências Russa, Vladimir Fortov, o projeto caro e ambicioso resolveria muitos problemas de desenvolvimento das vastas regiões do país.

O trajeto entre Londres e Nova Iorque seria feito pela Ásia, passando pela Rússia, onde haveria mais mais 9.977 quilômetros de estrada pela frente. Com isso, a Trans-Eurasian Belt passaria por Moscou, Alemanha, Holanda, Bélgica, França, chegando à Londres.

Atualmente, a maior estrada do mundo é a Highway 1, na Austrália, que tem 14.485 km de extensão. Veja no vídeo os detalhes do projeto:

Bônus: veja o preço do seguro de alguns dos carros mais vendidos do Brasil.


  • Base para pesquisa foi o carro mais vendido (na versão de entrada) das dez marcas que mais emplacaram carros em abril, segundo a Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores). O perfil do segurado é um homem, casado, com 35 anos de idade nas cidades de São Paulo, Porto Alegre, Brasília, Rio de Janeiro e Salvador e as cotações foram feitas pela Minuto Seguros. Nessa projeção, o Onix LS 1.0 tem apólice de R$ 1.622 em São Paulo, R$ 1.725 em Porto Alegre, R$ 1.522 em Brasília, R$ 1.928 no Rio de Janeiro e R$ 1.899 em Salvador

    Crédito: ACERVO ESTADÃO E DIVULGAÇÃO

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Post source : http://www.estadao.com.br/

Related posts

Comentar: Estrada de Londres a NY pode sair do papel

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

WhatsApp 596