domingo, 5 de julho de 2020

Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90

Sete jovens morrem em acidente após festa que burlou quarentena

Sete jovens morrem em acidente após festa que burlou quarentena
Crédito da foto Para Reprodução Facebook
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Sete jovens, entre eles duas adolescentes, morreram em acidente de trânsito quando voltavam de uma festa, na manhã deste domingo, 19, em Sertãozinho, no interior de São Paulo. O evento foi realizado em uma chácara, contrariando as lei estadual e municipal da quarentena, que proíbem eventos e aglomerações. O acidente aconteceu na rodovia vicinal Alcídio Balbo, no distrito de Cruz das Posses. O carro em que todas as vítimas estavam se perdeu em uma curva e bateu de frente em um ônibus de transporte de trabalhadores rurais que seguia para uma fazenda da região.

O Corpo de Bombeiros mobilizou várias equipes de socorro, mas as vítimas foram retiradas do automóvel já sem vida. Os corpos foram levados para o Instituto Médico Legal (IML) de Ribeirão Preto. O motorista do ônibus, que estava sozinho no coletivo, nada sofreu. Ele disse à Polícia Civil que o carro estava correndo demais e não conseguiu completar a curva, vindo a colidir frontalmente com o ônibus. O automóvel estava com excesso de ocupantes. As sete vítimas tinham entre 15 e 30 anos e todas moravam em Sertãozinho.

O delegado de Sertãozinho, Rodrigo Bortoletto, disse que os organizadores da festa vão responder a processo por terem infringido as leis da quarentena, que proíbem eventos com aglomeração de pessoas. A polícia já apurou que a festa aconteceu em uma chácara, no bairro Colina de São Pedro. Os organizadores também serão processados pela venda de bebidas alcoólicas a menores. A prefeitura de Sertãozinho informou que a festa foi realizada de forma clandestina e que também adotará providências administrativas contra os responsáveis.

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Fonte do post: Estadão Conteúdo

Notícias Relacionadas

Comentar: Sete jovens morrem em acidente após festa que burlou quarentena

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp 596