sábado, 15 de dezembro de 2018

Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90

Cerca de 350 mil casas ficam sem luz por causa da chuva

Cerca de 350 mil casas ficam sem luz por causa da chuva
Crédito da foto Para Imagem Ilustrativa google.com
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Várias casas ficaram sem luz após o temporal que atingiu o estado nesta quinta-feira (18). As regiões mais afetadas são noroeste e norte. Até a publicação desta reportagem, aproximadamente 350 mil residência estavam sem energia em todo o Paraná.

 Na região Noroeste, que concentra a maior parte dos desligamentos, cerca de 172 mil casas seguem sem energia. Há 39 municípios em que os desligamentos atingem acima de 50% das ligações de energia existentes, a maioria na região de Paranavaí, nas divisas com São Paulo e Mato Grosso do Sul.

Divulgação Defesa Civil Paraná

Em Maringá, onde um forte temporal já havia causado muitos estragos no fim de semana, há 24 mil domicílios sem luz. As equipes da Copel estão em campo e seguem com os trabalhos ao longo de toda a noite, para atender aproximadamente 650 serviços na cidade.

Na região Norte, a Copel estava perto de normalizar o fornecimento de energia aos domicílios londrinenses afetados pelo temporal desta quarta-feira (17), quando um novo evento climático passou pela cidade.

Em Londrina, o número de imóveis sem luz passou dos 50 mil, e neste momento é de 36 mil. Uma das ocorrências que causou desligamento está na PR 445, onde ao menos sete postes foram derrubados pela ação do vento. Em toda a região Norte seguem sem energia cerca de 152 mil UCs.

Outra região severamente atingida foi a do Vale do Ivaí, onde oito municípios chegaram a ficar completamente sem energia. São cerca de 230 serviços para atendimento. A atuação das equipes de manutenção está gradativamente normalizando o fornecimento, mas os trabalhos devem se estender ao longo da noite e durante o dia de amanhã.

Na região Central do Estado, os municípios de Turvo, Campina do Simão, Santa Maria do Oeste, Marquinho e zona rural de Guarapuava ficaram sem energia durante parte da tarde por conta de desligamento de uma subestação, mas o fornecimento foi restabelecido antes das 15h00.

Na região restam apenas casos isolados de domicílios desligados, que somam 390 UCs – exceto pelos municípios de Ortigueira e Bairro dos França, que somam 10 mil domicílios desligados no momento, sem previsão de retorno ainda.

Em Ponta Grossa chegou a haver 15 mil domicílios sem energia no auge das ocorrências do temporal, mas graças ao pronto trabalho das equipes de emergência, agora restam apenas 2 mil a serem religados. Os bairros mais atingidos foram parte do Centro, Órfãs, São José Palmeirinha, Boa Vista, Baraúna, Santa Mónica e Tânia Mara.

Nas regiões Oeste e Sudoeste, as equipes de emergência da Copel reduziram de 120 mil para cerca de 23 mil o número de domicílios sem luz ao final da tarde desta quinta-feira. Mais de 120 equipes estão mobilizadas para atender as ocorrências remanescentes tanto em regiões urbanas como rurais. Em Cascavel, um dos municípios mais atingidos, o número de sem luz caiu de cerca 20 mil no pico da tempestade, por volta do meio-dia, para pouco menos de 5 mil agora, metade deles no campo.

CAPITAL

Em Curitiba, que chegou a ter 18 mil desligamentos no início da tarde desta quinta-feira, o fornecimento foi praticamente restabelecido, havendo no momento apenas 2,4 mil UCs desligadas. Os bairros mais atingidos na capital foram São Braz e Santa Felicidade.

Na Região Metropolitana da Capital, as cidades mais atingidas foram Mandirituba, Quitandinha, Campo do Tenente, Lapa e Rio Negro (onde a Copel atende somente à área rural). Nelas, as interrupções chegaram a atingir 14,3 mil UCs, quase todas já restabelecidas. Restam sem luz no momento apenas cerca de 900 sem energia. Ao todo, 111 equipes se mobilizaram para atender as ocorrências na capital e RMC.

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Fonte do post: Paraná Portal

Notícias Relacionadas

Comentar: Cerca de 350 mil casas ficam sem luz por causa da chuva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp 596