quinta-feira, 21 de setembro de 2017

Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90

Furacão Irma perde força e é rebaixado para a categoria 1 nos EUA

Furacão Irma perde força e é rebaixado para a categoria 1 nos EUA
Crédito da foto Para Divulgação
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

O furacão Irma perdeu força ao chegar à região de Tampa, na Flórida, na madrugada desta segunda-feira, 11. O fenômeno foi rebaixado à categoria 1, de uma escala que vai até 5.

Os ventos provocados pelo Irma chegam agora à velocidade máxima de 135 quilômetros por hora. A expectativa é de que o furacão perca ainda mais força à medida em que for avançando pelo território da Flórida.

Quando chegou às ilhas de Florida Keys, no extremo sul do Estado, na manhã de ontem, o Irma era um furacão de categoria 4, com rajadas de até 215 quilômetros por hora.

Destruição

Cerca de 3,3 milhões de casas e empresas ficaram sem energia elétrica na Flórida enquanto o furacão Irma passa pelo estado. Este número pode aumentar nas próximas horas.

As interrupções generalizadas se estendem de Florida Keys até o centro do estado. A Florida Power & Light, a maior companhia elétrica do estado, relatou quase 1 milhão de clientes sem energia somente no condado de Miami-Dade.

Espera-se que as quedas de energia aumentem à medida que a tempestade avança mais para o norte. Existem cerca de 7 milhões de clientes residenciais no estado.

Os especialistas dizem que se o centro do Irma tivesse se deslocado apenas 30 quilômetros ao norte enquanto se movia por Cuba, poderia ter atingido o continente dos Estados Unidos como categoria 5.

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Fonte do post: Estadão Conteúdo

Notícias Relacionadas

Comentar: Furacão Irma perde força e é rebaixado para a categoria 1 nos EUA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125