sábado, 7 de dezembro de 2019

Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90

Logística reversa fortalece programa de Coleta Seletiva em Ribeirão Claro

Logística reversa fortalece programa de Coleta Seletiva em Ribeirão Claro
Crédito da foto Para Ribeirão Claro está sendo precursor na notificação de logística reversa no Paraná - Divulgação
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Siga nossa página: https://www.facebook.com/portaltanacidade/

A partir desse ano, a prefeitura de Ribeirão Claro iniciou a separação de embalagens plásticas pós-consumo descartadas diariamente no município. Após a triagem feita por marca, as empresas responsáveis pelos recipientes foram notificadas para providenciarem o recolhimento do material, em cumprimento à lei 12.305/2010, que regulamenta a Política Nacional de Resíduos Sólidos. O trabalho é coordenado pela Secretaria de Turismo e Meio Ambiente e conta com o apoio do prefeito Mario Augusto Pereira.

A separação das embalagens está sendo feita mensalmente por marca, e as empresas Pepsico e Parati já foram acionadas extrajudicialmente para coletarem o material referente a produtos comercializados por elas. Devem ser recolhidas embalagens de extrato de tomate, milho em conserva, ervilha em conserva, sucos, bolachas, macarrão e salgadinhos. Os recipientes das duas empresas somados chegam a quase 15 mil unidades e não são recicláveis.

Além do recolhimento das embalagens para destinação, as duas empresas ainda devem executar o pagamento da coleta feita pela prefeitura. A Política Nacional de Resíduos Sólidos também determina a logística reversa de embalagens de agrotóxicos, óleos lubrificantes, embalagens em geral, lâmpadas, medicamentos, pilhas e baterias, pneus e produtos eletroeletrônicos.

Ribeirão Claro está sendo precursor na notificação de logística reversa no Paraná, fato que rendeu destaque em reunião sobre o assunto no início do mês, em Curitiba. Na ocasião, cerca de 200 pessoas, incluindo autoridades, prefeitos e representantes do Ministério Público, associações e cooperativas de catadores de lixo. A iniciativa integra o programa de Coleta Seletiva reativado pela gestão do prefeito Mario Pereira com o objetivo de tornar o município referência em coleta, triagem e destinação de lixo.

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Fonte do post: Assessoria

Notícias Relacionadas

Comentar: Logística reversa fortalece programa de Coleta Seletiva em Ribeirão Claro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp 596