Wednesday, 24 de February de 2021

Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90

Sobe para 14 o número de mortes de macacos causadas por febre amarela no Paraná

Sobe para 14 o número de mortes de macacos causadas por febre amarela no Paraná
Photo Credit To Reprodução
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

O número de mortes de macacos causadas por febre amarela subiu para 14 no Paraná, segundo boletim divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) nesta quarta-feira (27). Ao todo, três novas mortes foram confirmadas, todas ocorreram em Palmas, na região sul do estado.

Segundo a Sesa, os dados levam em consideração o atual período de monitoramento epidemiológico, que começou em julho de 2020 e segue até junho de 2021.

Não há casos confirmados da doença em humanos no estado. Até esta quarta, o Paraná registrou 15 notificações, sendo que 11 delas foram descartadas e quatro seguem em investigação.

Em macacos, foram 104 notificações da doença, em 23 municípios. Outras sete mortes de macacos estão em investigação, 41 foram descartadas e 42 ocorreram por causas indeterminadas.

Conforme a secretaria, os macacos não transmitem febre amarela e a morte de animais indica que o vírus está presente em uma determinada região.

VACINAÇÃO

A vacina que protege contra a febre amarela está disponível nas unidades de saúde de todo estado. De acordo com a Sesa, uma única dose protege para toda a vida.

As doses são recomendadas para pessoas entre nove meses até 59 anos. A secretaria orienta os municípios para que realizem a vacinação com o objetivo atingir o público-alvo, utilizando estratégias de busca ativa pelas pessoas que ainda não foram imunizadas.

Segundo a Sesa, desde 2018, todos os municípios do Paraná passaram a ser área de recomendação vacinal contra a febre amarela diante da circulação viral.

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Post source : G1 PR

Related posts

Comentar: Sobe para 14 o número de mortes de macacos causadas por febre amarela no Paraná

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

WhatsApp 596