quarta-feira, 20 de novembro de 2019

Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90

Sul do Brasil deve ter neve pela segunda vez neste inverno

Sul do Brasil deve ter neve pela segunda vez neste inverno
Crédito da foto Para Foto São Joaquim Online
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Há duas chances de nevar neste final de semana, segundo informa o Climatempo. O primeiro dia com chance nevar no Sul do Brasil é nesta sexta-feira (2), nas serras do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina e também no Planalto Sul catarinense. A possibilidade de nevar, ou de ocorrer outros tipos de precipitação sólida de inverno como chuva congelada, é considerada para a tarde e principalmente para a noite da sexta-feira .Antes da neve, tem chuva em grande parte do dia.

A região de Bom Jesus (RS), São José dos Ausentes (RS), São Joaquim (SC), Urupema (SC), Urubici (SC) e também Lages (SC) estão entre as cidades com possibilidade de ver a neve cair no dia 2 de agosto.

O segundo dia com possibilidade de nevar é o sábado (3), também para as regiões serranas do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina. A chance de nevar no dia 3 de agosto vem aumentando desde o começo da semana, mas só mesmo para a madrugada e até, no máximo, o começo da manhã do sábado. No decorrer sábado, a nebulosidade vai diminuindo e o sol aparece. Mas o frio continua intenso, diz o Climatempo.

Se a previsão se confirmar, será o segundo episódio de neve do inverno de 2019. O primeiro foi entre os dias 5 e 6 de julho.

E Curitiba?

De acordo com o Simepar,  não desta vez. As temperaturas devem cair bastante a partir de sexta em Curitiba e Região Metropolitana, mas não há previsão de neve. Segundo o Simepar, de fato, existe chance de nevar na sexta-feira, mas na região de Palmas, no centro-sul paranaense. Ainda assim, a possibilidade é pequena.

“Temos uma frente fria que se desloca pelo sul do país e chega no Paraná, nesta sexta-feira. As temperaturas na capital podem chegar até 3ºC, na madrugada de sábado. Na região sul do estado, as temperaturas irão cair bastante, com a possibilidade de nevar. Na região oeste e sudoeste do estado as quedas ocorrem a tarde. Já aqui no leste, as temperaturas devem cair bastante no período da noite”, esclareceu Paulo Barbieri, do Simepar.

Em Curitiba, a previsão é que o frio seja mais intenso no domingo (4). Confira a previsão do Simepar:

Frente fria

O mês de agosto de 2019 começa com entrada de uma forte e grande massa de ar frio de origem polar sobre a América do Sul, que vai trazer muito frio para o Chile, Argentina, Uruguai, Paraguai, Bolívia, uma parte do Peru e para muitas áreas do Brasil.

Esta nova massa de ar polar promete muito frio para toda a Região Sul, grande parte do Sudeste e do Centro-Oeste, para Rondônia, Acre e para o sul do Amazonas.

O ar frio que vem por aí é bastante forte e as simulações atmosféricas mostram que os efeitos desta onda de frio do início de agosto será semelhante ao que se observou na intensa massa de ar polar do começo de julho de 2019.

É durante esta quinta-feira (1), que o ar gelado começa a transpor a cordilheira dos Andes e chega ao centro-oeste da Argentina. Na sexta-feira, dia 2, esta massa de ar gelada e seca se espalha pelo centro-norte da Argentina e ai começa a invadir também o Brasil.

No dia 2 de agosto, o vento frio desta massa polar entra com força no Sul do Brasil e a temperatura vai muito no decorrer do dia. O frio será mais intenso à noite do que ao amanhecer.

Com a umidade do ar elevada e o frio intenso, a neve poderá voltar a ocorrer em algumas regiões do Sul do Brasil.

Neve em agosto

Nevar em agosto no Brasil não é tão incomum, como muitos podem pensar. Há diversos casos de neve no Sul do Brasil documentados em agosto o mais recente foi em agosto de 2018. Agosto de 2016 também deu neve no Sul, mas a maior lembrança recente de neve em agosto é do inesquecível inverno de 2013, quando a neve caiu de forma generalizada sobre o Sul do Brasil e por três vezes neste mês.

No inverno de 2013, nevou em muitas áreas dos três estados, inclusive na Grande Florianópolis e em Curitiba, onde a última neve havia sido em 1975.

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Fonte do post: Banda B com Climatempo

Notícias Relacionadas

Comentar: Sul do Brasil deve ter neve pela segunda vez neste inverno

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp 596