segunda-feira, 25 de junho de 2018

Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90

Usina Salto Grande completa 60 anos de operação

Usina Salto Grande completa 60 anos de operação
Crédito da foto Para Assessoria
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Primeiro aproveitamento hidrelétrico no Rio Paranapanema, a usina Salto Grande entrou em operação há 60 anos, em 31 de maio. Localizada entre Cambará e Salto Grande (SP), ela é um marco do início da nacionalização da tecnologia hidrelétrica no Brasil. Para celebrar a data, a CTG Brasil, que administra o empreendimento por meio da Rio Paranapanema Energia, inaugura uma exposição histórica permanente na usina, apresentando em painéis com fotos e textos um retrospecto das seis décadas.

 De acordo com Salete da Hora, diretora de Marca, Comunicação e Sustentabilidade da CTG Brasil, o objetivo da exposição, realizada em parceria com a Fundação Energia e Saneamento, é preservar a memória e compartilhá-la com as atuais e futuras gerações. “A hidrelétrica Salto Grande é um empreendimento emblemático para o setor elétrico brasileiro e de grande importância histórica para a região. Estamos satisfeitos em disponibilizar a exposição para os colaboradores e visitantes”, comenta.

 

Tamanha foi a importância da hidrelétrica à época de sua construção, que a inauguração contou com a presença do então presidente da República, Juscelino Kubitschek. Na região, a operação de Salto Grande contribuiu para atrair indústrias de transformação e fomentou o transporte ferroviário. 

 

A usina Salto Grande chega aos 60 anos em plena forma. Com capacidade instalada de 73,8 MW, em 2017 gerou energia suficiente para abastecer uma cidade de 195 mil habitantes.  Também no ano passado obteve, mais uma vez, as certificações nas normas NBR ISO 14001, NBR 16001 e OHSAS 18001, respectivamente ligadas à Gestão Ambiental, de Responsabilidade Social e de Saúde e Segurança Ocupacional.

 

“Essas certificações evidenciam para a sociedade as boas práticas adotadas e demonstram o comprometimento da concessionária na construção de um ambiente de excelência operacional, que inclui nossos cuidados com o meio ambiente, segurança no trabalho e desenvolvimento sustentável”, diz Evandro Vasconcelos, vice-presidente de Geração da CTG Brasil.

 

Grupos interessados em conhecer a hidrelétrica podem agendar visitas pelo e-mail comunicacao@ctgbr.com.br. A visitação é monitorada, gratuita e realizada em grupos de 25 a 50 pessoas, com idade mínima de 7 anos. E os visitantes, a partir de agora, terão acesso também à história da usina Salto Grande, por meio da exposição comemorativa aos 60 anos.

 

MEIO AMBIENTE

Sobre a qualidade ambiental na abrangência da hidrelétrica Salto Grande, o diretor de Meio Ambiente, Saúde e Segurança da CTG Brasil, Aljan Machado, diz que a companhia desenvolve diversos programas e projetos para pesquisa, manutenção e recuperação de áreas florestais, das populações de mamíferos, aves e da fauna aquática natural da região. 

 

“No que diz respeito às aves, por exemplo, foram identificadas no entorno de Salto Grande 277 espécies, 17 sob ameaça de extinção no Paraná e 10, no Estado de São

Paulo. O reflorestamento e a regeneração de áreas florestais contribuem para a conservação e aumento das populações, especialmente os corredores florestais formados para interligar manchas de florestas antes isoladas”, expõe Machado.

 

A Estação de Piscicultura, onde são realizadas pesquisas e reproduzidos, a cada ano, 3,6 milhões de peixes para repovoamento dos rios Paraná e Paranapanema, está localizada ao lado da hidrelétrica Salto Grande. Suas instalações também estão abertas à visitação mediante agendamento.

 

CTG Brasil

Criada em 2013, a CTG Brasil é uma subsidiária 100% controlada pela China Three Gorges Corporation. Com investimentos em 17 usinas hidrelétricas e 11 parques eólicos, o portfólio da CTG Brasil hoje tem uma capacidade total instalada de 8,27 GW. Segunda maior geradora privada de energia do país, a CTG Brasil conta com a dedicação de seus talentos locais e está comprometida em contribuir com matriz energética brasileira, pautada pela responsabilidade social e respeito ao meio ambiente.

 

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Fonte do post: Assessoria

Notícias Relacionadas

Comentar: Usina Salto Grande completa 60 anos de operação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125