terça-feira, 19 de novembro de 2019

Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90

Adolescentes são apreendidos após arrastar homem ainda vivo para morrer em linha de trem

Adolescentes são apreendidos após arrastar homem ainda vivo para morrer em linha de trem
Crédito da foto Para Imagem Ilustrativa google imagens
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Siga nossa página: https://www.facebook.com/portaltanacidade/

Três adolescentes, de 14, 16 e 17 anos, foram apreendidos nesta segunda-feira (14) dentro da operação “Trem que mata” deflagrada pela Polícia Civil do Paraná. Os policiais cumpriram três mandados de busca e apreensão contra os jovens no bairro Cajuru, em Curitiba. Eles são suspeitos de participação no homicídio de Vanderlei Custódio de Camargo, 49 anos, no dia 30 de agosto de 2019, no mesmo bairro. Segundo a polícia, a vítima foi arrastada ainda viva até a linha de trem para morrer atropelada.

De acordo com o delegado Tito Barrichelo, da DHPP, após receber várias agressões na própria residência, a vítima teria sido carregada ainda com vida para uma linha férrea, localizada próxima ao local das agressões. Logo em seguida, ele foi colocado nos trilhos, ainda agonizando, aguardando a passagem do trem.

“O motivo do crime teria sido por um desacerto de tráfico de drogas. O trio bateu muito na vítima ainda na casa, para depois levá-la até a linha de trem tentando simular um suicídio. Uma testemunha, que nãos erá identificada, contou que o homem gritava e implorava por socorro no momento em que era arrastado”, disse o delegado.

Um dos adolescentes confessou o crime. Os três apreendidos foram autuados pelo crime análogo ao homicídio duplamente qualificado pelo motivo fútil e meio cruel. ” Um dos adolescentes disse que que a vítima tinha molestado uma jovem no bairro, numa espécie de tribunal do crime. Mas a polícia não está aqui para julgar a vítima e sim investigar o homicídio”, completou.

O delegado ainda lamentou a legislação em vigor em relação a crimes de menores de 18 anos. “É decepcionante a gente ver seres humanos com estas idades cometendo um crime tão bárbaro. Isso demonstra que precisamos de leis mais rigorosas. Hoje, a lei diz que eles não tendem o caráter ilícito do que cometeram e por isso não cometeram nenhum crime, enquanto sabemos que eles sabem muito bem o que fizeram”, lamentou.

A PCPR continua as investigações para identificar e apreender também outros dois adolescentes participantes do crime. Os jovens ficarão internados em um centro de sócio-educação.

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Fonte do post: Banda B

Notícias Relacionadas

Comentar: Adolescentes são apreendidos após arrastar homem ainda vivo para morrer em linha de trem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp 596