quarta-feira, 17 de julho de 2019

Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90

Bombeiros já resgataram 185 pessoas do mar nas praias; um caso foi considerado grave

Bombeiros já resgataram 185 pessoas do mar nas praias; um caso foi considerado grave
Crédito da foto Para (Foto: Divulgação PMPR)
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Desde o início da Operação Verão, no dia 21 de dezembro, o Corpo de Bombeiros do Paraná já efetuou 185 salvamentos no mar. A maioria dos casos foi de resgate simples, porém um, na tarde de quarta-feira (27), precisou do apoio do helicóptero da corporação.

A capitã Rafaela, porta voz do Corpo de Bombeiros, destacou à imprensa, em entrevista nesta quinta-feira (28), que a maioria dos salvamentos foi de orientação. “O guarda-vida auxilia o banhista a sair de um local em que ele não consegue e traz de volta para areia, fazendo todas as orientações ao banhista”, explicou.

O único caso mais grave foi o salvamento de uma banhista em Pontal do Paraná, na tarde de ontem. “Foi necessário o apoio do helicóptero para auxiliar o Corpo de Bombeiros. A vítima não chegou a fica desacordada, mas engoliu muita água, em um salvamento que durou de 15 a 20 minutos

Recomendações

A capitã destacou ainda as recomendações para os banhistas entrarem no mar com segurança. “Localizar um posto de guarda-vidas, perguntando ao bombeiro qual o melhor local para banho. Ficar sempre atento as placas de perigos e entrar sempre com água até no máximo a cintura”, disse.

Crianças desaparecidas

Somente neste início de temporada já foram 25 crianças perdidas,contou a capitã. “A orientação é para os pais sempre cuidarem das crianças e pegarem a pulseirinha de identificação, porque isso é fundamental, especialmente com um número tão alto de banhistas nas praias”, concluiu.

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Fonte do post: Luiz Henrique de Oliveira

Notícias Relacionadas

Comentar: Bombeiros já resgataram 185 pessoas do mar nas praias; um caso foi considerado grave

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp 596