sábado, 23 de setembro de 2017

Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90

Com mil policiais e bloqueios, Sesp define esquema de segurança para o depoimento de Lula

Com mil policiais e bloqueios, Sesp define esquema de segurança para o depoimento de Lula
Crédito da foto Para Foto: Flávia Barros
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

A Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp) definiu, na tarde de segunda-feira (11), o esquema de segurança para o depoimento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva à Justiça Federal em Curitiba. Menor que o do dia 10 de maio, o efetivo irá contar com cerca de mil policiais militares para isolar o prédio localizado no bairro Ahú e impedir confrontos entre manifestantes contrários.

“É um esquema muito parecido, porém um pouco menor, considerando informações repassadas a nós. Temos a informação de que menos pessoas virão até Curitiba”, explicou o secretário Wagner Mesquita.

O trabalho policial irá começar ainda no acesso à capital paranaense. “Não abrimos mão da fiscalização nas estradas. Pedimos para que os ônibus venham com a documentação em dia e em bom estado e que as pessoas não tragam nenhum material que não seja condizente com uma manifestação democrática. Da outra vez nós apreendemos foices e facas”, ressaltou o secretário. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), até à tarde desta segunda-feira, apenas um ônibus havia pedido autorização para a Agência Nacional de Transporte Terrestre (ANTT) para se deslocar da cidade de Teresina para Curitiba.

Bloqueio

O bloqueio da região da Justiça Federal terá início às 6 horas, com agentes de trânsito e policiais para fazerem o desvio. Um segundo bloqueio começará às 12 horas, mais próximo ao predico da Justiça Federal no qual ninguém terá acesso sem credenciamento.

Ao contrário do depoimento anterior, desta vez a Justiça Federal terá expediente administrativo, o que vai exigir acesso controlado aos funcionários.

Dois perímetros serão realizados. Além deste mais próximo ao prédio, o segundo estará a cerca de duas quadras da Justiça Federal.

Chegada de Lula

O ex-presidente Lula, segundo informações repassadas à Sesp, deve chegar a Curitiba ainda na terça-feira, onde deve dormir em um hotel. Mesquita lembra que ele, assim como a ex-presidente Dilma Rousseff, tem direito a escolta policial, podendo solicitar com antecedência.

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Fonte do post: Banda B

Notícias Relacionadas

Comentar: Com mil policiais e bloqueios, Sesp define esquema de segurança para o depoimento de Lula

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125