Monday, 21 de September de 2020

Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90

Delegada diz que vítima encontrada em Carlópolis foi queimada viva

Delegada diz que vítima encontrada em Carlópolis foi queimada viva
Photo Credit To Delegada Silmara Revoredo Pereira preside as investigações em Carlópolis (Blog do César de Mello)
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

A delegada Silmara Revoredo Pereira, titular da delegacia de Tomazina, que também responde pela unidade policial em Carlópolis, informou na manhã de quarta-feira, 23, que a vítima encontrada carbonizada na terça-feira na estrada do Monge, na zona rural de Carlópolis, foi queimada viva. Conforme a delegada, o Instituto Médico Legal (IML) de Jacarezinho informou que o cadáver é do sexo masculino, com idade entre 20 e 30 anos, de cor clara e possui duas tatuagens nas costas. O corpo, no entanto, permanece sem identificação.

“Estamos trabalhando com as informações apuradas até o momento para identificar a vítima, que foi brutalmente assassinada. O autor a enrolou em um colchão, despejou material combustível sobre seu corpo e ateou fogo” disse a delegada revelando detalhes sobre a necropsia. “Os exames não mostraram nenhum tipo de agressão contra a vítima, que apesar de carbonizada teve parte das costas protegida pelo próprio colchão e pelo solo. A perícia identificou duas tatuagens no corpo com os dizeres: ‘Silas, amor eterno!’ e ‘Adriano’, o que pode contribuir bastante com as investigações”, concluiu.

A Polícia Civil não descarta nenhuma suspeita, mas acredita na possibilidade da vítima não ser do Norte Pioneiro. “É um investigação minuciosa, e todas as informações serão checadas. No entanto, não há registro de pessoas desaparecidas na região, o que aumenta a probabilidade da vítima ser de outra localidade e ter sido executada no local para despistar os trabalhos da polícia. Estamos na divisa entre dois estados, pode ser alguém de São Paulo, por exemplo”, comentou a delegada.

O Instituto Médico Legal (IML) recolheu material para confronto genético, e o corpo deve ser sepultado no Cemitério Municipal de Carlópolis nesta sexta-feira.

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Post source : Luiz Guilherme Bannwart

Related posts

Comentar: Delegada diz que vítima encontrada em Carlópolis foi queimada viva

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

WhatsApp 596