quinta-feira, 17 de junho de 2021

Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90

Filho diz que pais foram mortos em assalto, mas polícia acredita que ele está mentindo

Filho diz que pais foram mortos em assalto, mas polícia acredita que ele está mentindo
Crédito da foto Para (Foto: Colaboração)
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Um homem de 40 anos foi detido suspeito de matar o pai e deixar a mãe gravemente ferida na Rua Juazeiro, no bairro Jardim Eucaliptos, em Fazenda Rio Grande, região metropolitana de Curitiba. O crime aconteceu na noite desta quarta-feira (29) e uma faca foi usada pelo assassino. O filho, inicialmente, disse a policiais militares que os pais estavam mortos em casa após sofrerem um assalto, porém a polícia não acredita nisso.

A tenente Jéssica, da Polícia Militar, contou à imprensa que o filho procurou um Uber avisando do suposto crime. “O Uber nos chamou dentro da companhia falando sobre o caso, com o filho tendo afirmado que três suspeitos fizeram o crime em um assalto. Quando chegamos na residência, o senhor estava morto e a senhora gravemente ferida, já com perda de massa encefálica”, contou.

Segundo a tenente, o suspeito tinha marcas de sangue pelo corpo. “Ele tinha várias marcas nas vestimentas e estava alterado. Alega que lutou com os supostos ladrões, mas não tem nenhum ferimento. Como vizinhos informaram sobre frequentes agressões do filho contra os pais, ele foi detido para que a Polícia Civil investigue”, destacou.

Vizinhos da região confirmaram que o homem detido, que tem passagens por tráfico de drogas e furtos, era agressivo com os pais. “É um rapaz drogado, de longa data. Hoje à noite ouvimos os gritos e ele começou a gritar que foi assalto, mas acreditamos que é tudo mentira. Ele matou o pai e a mãe ficou ferida”, afirmou.

O pai, Idevor Fumagali, de 73 anos, teve o corpo recolhido ao Instituto Médico Legal de Curitiba. A mãe, de 67 anos, foi socorrido com risco de morte ao Hospital do Trabalhador.

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Fonte do post: Luiz Henrique de Oliveira e Daniela Sevieri

Notícias Relacionadas

Comentar: Filho diz que pais foram mortos em assalto, mas polícia acredita que ele está mentindo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp 596