Tuesday, 20 de October de 2020

Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90

Investigador da DHPP sofre atentado no Litoral e é baleado junto com namorada

Investigador da DHPP sofre atentado no Litoral e é baleado junto com namorada
Photo Credit To Suspeito se apresentou na Delegacia Cidadã de Matinhos. Foto: Arnaldo Alves/ANPr
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Um investigador da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Curitiba foi vítima de um atentado na noite de sábado (1º), no Litoral do Paraná. O policial foi atingido por três disparos de arma de fogo na casa de parentes, em Pontal do Paraná. A namorada dele também foi atingida. Ambos foram socorridos e não correm risco de morte. Horas depois, um homem se apresentou na delegacia como sendo o autor dos disparos.

De acordo com informações apuradas pela Banda B, o casal visitava familiares na Praia de Leste quando três homens armados aparecem em frente ao local. “Eles chegaram no começo da noite na casa desses familiares. Os caras dispararam pelo muro tiros de 9 milímetros e acertaram o abdômen, a perna, o dorso, também, e a namorada foi atingida na perna, quebrou o fêmur dela”, descreveu à imprensa o investigador Marconsin, da Delegacia de Ipanema.

Socorro

Os dois foram socorridos ao Pronto-Socorro de Praia de Leste e encaminhados ao Hospital Regional de Paranaguá, onde passaram por uma cirurgia. A princípio, policial e namorada não correm risco de morte, embora estejam internados na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Policiais do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope), da DHPP e o do TIGRE, grupo de elite da Polícia Civil, chegaram ao Litoral para efetuar buscas. No entanto, pouco tempo depois, acompanhado do advogado e de familiares, o suspeito de ter atirado se entregou, sozinho, na Delegacia de Matinhos. A hipótese inicial é que o investigador baleado tenha participado de operações recentes contra o tráfico de drogas no Litoral e o atentado tenha sido motivado por vingança.

 

 

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Post source : Elizangela Jubanski e Djalma Malaquias

Related posts

Comentar: Investigador da DHPP sofre atentado no Litoral e é baleado junto com namorada

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

WhatsApp 596