domingo, 15 de dezembro de 2019

Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90

Morre no hospital a única sobrevivente de acidente aéreo em Cascavel

Morre no hospital a única sobrevivente de acidente aéreo em Cascavel
Crédito da foto Para Graziela, o marido Eduardo e a filha Fernanda morreram no acidente – Reprodução Facebook
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Morreu no hospital na noite desta segunda-feira (18), a quarta vítima do acidente com um avião de pequeno porte que caiu em Cascavel, no oeste do Paraná. Graziela de Souza Philippi tinha 53 anos e era a única sobrevivente da queda da aeronave que caiu cerca de 1,5 mil metros de distância da cabeceira da pista do Aeroporto Executivo que fica às margens da PR 486, no distrito de Espigão Azul.

Ela foi socorrida e levada de helicóptero até o HU às 18h30 do domingo (17). Segundo a assessoria de comunicação social do Hospital Universitário, Graziela passou por procedimentos cirúrgicos de alta complexidade, mas não resistiu à gravidade do quadro.

No local da queda morreram o marido de Graziela, o médico cardiologista Eduardo Frederico Borsarini Philippi, 48 anos, que era presidente do Country Club Cascavel, a filha mais nova do casal Fernanda Philippi, 12 anos e o piloto Magnus Boeno Padilha, 32 anos.

Eles retornavam de Santa Catarina onde passaram o feriado na praia. Dr. Philippi, cardiologista, era responsável pela hemodinâmica do Hospital Salete e emprestou a aeronave de um amigo para fazer a viagem.

Os corpos de Eduardo e da filha Fernanda foram levados para Francisco Beltrão, na noite desta segunda-feira (18) onde serão cremados.

Diversas pessoas prestaram homenagens com flores e a última despedida foi marcada por aplausos.

Mais informações no Portal Catve

 

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Fonte do post: Portal Catve

Notícias Relacionadas

Comentar: Morre no hospital a única sobrevivente de acidente aéreo em Cascavel

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp 596