quinta-feira, 17 de agosto de 2017

Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90

No Paraná: Aluno de 15 anos é apreendido depois de ir para aula com revólver calibre 38 na cintura

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Um adolescente de 15 anos foi apreendido depois de ir para a aula com um revólver calibre 38 na cintura em uma escola municipal de Campina Grande do Sul, na região metropolitana de Curitiba, na manhã desta quinta-feira (16). Segundo o delegado da cidade, o estudante afirmou que carregava a arma porque havia sido ameaçado por um grupo de jovens na rua.

As munições estavam guardadas dentro do penal do aluno. “Alguns colegas ouviram ele comentando com um amigo que levava uma arma. Eles, então, procuraram o diretor do colégio que, junto com a patrulha escolar, encontraram o revólver com o adolescente”, explicou o delegado da cidade, Osmar Feijó, em entrevista à imprensa.

Ele não relatou aos policiais como conseguiu a arma e informou apenas que tinha a intenção de se defender de agressores fora do ambiente escolar. “Infelizmente, são situações como essa que mostram a realidade em que nós vivemos. Hoje, a facilidade de conseguir uma arma de fogo é muito grande. Acreditamos que ele tenha algum amigo que não presta, uma má influência, que conseguiu o revólver para ele. O aluno não quis dizer o nome do indivíduo, talvez até mesmo por segurança”, completou o delegado.

Segundo ele, a família do adolescente não tem problemas com a Justiça. Ele foi encaminhado à delegacia junto com o pai e, posteriormente, levado ao Ministério Público do Paraná (MPPR), que deve cuidar do caso.

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Fonte do post: Marina Sequinel e Luiz Henrique de Oliveira

Notícias Relacionadas

Comentar: No Paraná: Aluno de 15 anos é apreendido depois de ir para aula com revólver calibre 38 na cintura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125