sábado, 6 de junho de 2020

Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90

Paraná: Acusados pela morte de Isabelly são interrogados em audiência e podem ir a júri popular

Paraná: Acusados pela morte de Isabelly são interrogados em audiência e podem ir a júri popular
Crédito da foto Para Isabelly morreu aos 14 anos (Reprodução)
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Acusados pela morte da youtuber Isabelly Cristine Santos, de 14 anos, os irmãos Everton e Cleverson Vargas foram interrogados pela Justiça na tarde desta segunda-feira (12), no Fórum de São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba. A audiência foi a última etapa processual antes das alegações finais de defesa e acusação. Após essa nova etapa, a juíza responsável pelo caso poderá decidir se eles irão ou não a júri popular.

Everton e Cleverson Vargas foram denunciados pela Promotoria de Pontal do Paraná em fevereiro. Um responde como autor de homicídio qualificado por motivo torpe e o outro como partícipe (com penas previstas de 12 a 30 anos de prisão). O atirador foi denunciado ainda por porte ilegal de arma de fogo e munição (pena de dois a quatro anos), e seu irmão por embriaguez ao volante (pena de seis meses a três anos).

 Isabelly foi baleada na madrugada de 14 de fevereiro, na PR-412, próximo ao Balneário Shangrilá, em Pontal do Paraná, Litoral do Estado.

Para a assistente de acusação, Thaise Mattar Assad, a expectativa é que os dois sejam levados a júri. “A audiência foi muito boa e confirmou a tese da denúncia. Os acusados confirmam a prática do crime e voltaram a reafirmar que se sentiram intimidados. O que sabemos de fato é que um dos tiros acertou a cabeça da Isabelly”, disse.

Responsável pela defesa dos acusados, Claudio Dalledone disse que mais uma vez os irmão exerceram seu direito de autodefesa. “Mais uma vez, como sempre afirmaram, eles disseram que atiraram contra um carro que estava em uma atitude violenta contra todos eles. O motorista disse que o carro realmente falhou naquele momento e o rapaz que deu os tiros confirmou. A gente pediu para o policial que atendeu a ocorrência e o Hebert [motorista do carro de Isabelly] afirmou para ele que foi tirar satisfações. Então isso é muito claro”, defendeu.

A defesa não descarta pedir a liberdade dos irmãos Vargas. Dalledone, porém, não confirmou quando deve fazer esse pedido.

A audiência foi realizada em São José dos Pinhais pela questão deles estarem presos na cidade metropolitana.

O caso

A youtuber foi atingida por um tiro na cabeça na madrugada de quarta-feira (14), enquanto voltava de um evento de carro com parentes. O caso aconteceu na PR-412, em Pontal do Paraná.

Os dois homens apontados como autores do crime estão presos na delegacia de Matinhos. Eles alegam que o disparo foi feito em legítima defesa após uma suposta emboscada. A família da vítima nega essa versão e diz que não houve motivo para que os suspeitos atirassem contra o veículo.

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Fonte do post: Felipe Ribeiro e Antônio Nascimento

Notícias Relacionadas

Comentar: Paraná: Acusados pela morte de Isabelly são interrogados em audiência e podem ir a júri popular

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp 596