quinta-feira, 15 de novembro de 2018

Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90

Paraná: Caminhoneiro afirma que não conhecia mãe que deu à luz e não lembra do acidente

Paraná: Caminhoneiro afirma que não conhecia mãe que deu à luz e não lembra do acidente
Crédito da foto Para Reprodução
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Em depoimento prestado à Delegacia de Cajati, no Sul de São Paulo, o caminhoneiro envolvido no acidente que matou Ingrid Irene Ribeiro, de 20 anos, afirmou que não a conhecia. A fala contradiz com a versão da família da vítima, que garante que ambos possuíam algum tipo de relacionamento em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba. De acordo com informações repassadas pela Polícia Civil à imprensa nesta quarta-feira (1), o caminhoneiro também garantiu que não se lembra da dinâmica e o que teria provocado o acidente na Rodovia Régis Bittencourt.

O depoimento foi prestado pelo caminhoneiro logo após a alta hospitalar. Ele também é morador de São José dos Pinhais e garante que ofereceu apenas uma carona para Ingrid em um posto de combustíveis.

A família, por sua vez, faz duras criticas ao caminhoneiro, principalmente por não fazer o comunicado da morte de Ingrid. Os familiares só ficaram sabendo que Ingrid havia morrido três dias depois, graças a uma ligação ao Instituto Médico Legal de Registro.

“Esse caminhoneiro não deu assistência nenhuma e nem mesmo nos avisou que a Ingrid havia morrido. Ele a conhecia, sabia onde morava e, pelo que entendi, até mantinha um relacionamento. Não queremos rixa nenhuma, queremos justiça”, disse o tio Ivanerson Ribeiro.

A Delegacia de Cajati abriu inquérito para apurar as causas do acidente e o caminhoneiro, que não teve o nome divulgado, vai responder por homicídio culposo.

Bebê

Irmã de Ingrid, Adriane Ribeiro divulgou em sua rede social informações sobre o estado de saúde da bebê Jhenifer Caroline Ribeiro Zefa, que nasceu durante o acidente. “Ela recebeu alta do hospital por não apresentar nenhum trauma ou qualquer outra coisa. Foram realizados os exames médicos necessários e está tudo em mais perfeita ordem com ela”, descreveu.

Pelo menos no momento, a menina permanecerá sob os cuidados dos pais de Ingrid e Adriane.

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Fonte do post: Felipe Ribeiro

Notícias Relacionadas

Comentar: Paraná: Caminhoneiro afirma que não conhecia mãe que deu à luz e não lembra do acidente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp 596