quinta-feira, 6 de agosto de 2020

Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90

Paraná: Criança de quatro anos é encontrada morta em quarto de pensão; pai é suspeito pelo crime

Paraná: Criança de quatro anos é encontrada morta em quarto de pensão; pai é suspeito pelo crime
Crédito da foto Para Foto: Colaboração Brasil Urgente Curitiba/TV Bandeirantes
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Uma criança de quatro anos foi encontrada morta na tarde de segunda-feira (19) em uma pensão da Rua Miguel Couto dos Santos, no bairro Pinheirinho, em Curitiba. O principal suspeito pelo crime é o pai dele, Hildemar Araújo Machado, de 42, que cuidava do menino durante o fim de semana.

O dono da pensão, Marcelo Pontes, explicou à Banda B que Hildemar possuía guarda compartilhada e pegava o filho Diogo de Oliveira Machado todas as semanas. “O Hildemar é uma boa pessoa, não bebe e não fuma, além de ir para a igreja todo domingo. Eu, como pai, não quero acreditar que ele tenha feito isso”, disso.

Desta vez, porém, ele teria tido uma briga com a mãe do menino no sábado (17). No domingo (18), desapareceu e não foi visto por ninguém na pensão. O corpo de Diogo foi encontrado no quarto em que Hildemar morava há quatro meses. A mãe foi quem estranhou o sumiço do filho e decidiu verificar o que tinha acontecido.

Segundo o delegado Cássio Conceição, o pai foi visto com o filho até aproximadamente 17 horas de sábado. “Nesta segunda-feira, o pai não apareceu no trabalho. Todas as circunstâncias apontam para o pai, uma vez que a criança está morta e o pai sumiu. Pelo estado do corpo, o crime aconteceu na madrugada de domingo”, explicou.

Foto: Divulgação DHPP

A mãe, em estado de choque, só conseguiu adiantar a discussão. Segundo ela, Hildemar já havia a ameaçado anteriormente. A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) não descarta que o assassinato possa ser motivado por uma vingança contra ela.

No fim da tarde, o Instituto Médico Legal (IML) realizava exames no corpo da criança. A causa da morte, segundo informações preliminares, pode ser asfixia ou envenenamento. A DHPP segue investigando o caso. Se comprovada a autoria, Hildemar pode responder por homicídio qualificado.

Confira vídeo gravado do pai na tarde de sábado, antes de sumir:

 

 

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Fonte do post: Felipe Ribeiro e Antônio Nascimento

Notícias Relacionadas

Comentar: Paraná: Criança de quatro anos é encontrada morta em quarto de pensão; pai é suspeito pelo crime

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp 596