domingo, 16 de dezembro de 2018

Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90

Paraná: Jovem que matou homem com 17 facadas diz à polícia ter sido estuprada

Paraná: Jovem que matou homem com 17 facadas diz à polícia ter sido estuprada
Crédito da foto Para Jovem foi presa em flagrante. Foto: Reprodução
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

A jovem que matou brutalmente um homem noCentro de Paranaguá, Litoral do Estado, na manhã  de  (5), disse à polícia que tinha sido estuprada pela vítima há cerca de dois dias. Letícia dos Santos Porto, 19 anos, foi presa minutos após o crime, ainda com a faca que usou para desferir 17 golpes contra o homem. Testemunhas e amigos confirmam a versão do estupro. Duas pessoas que a ajudara a cometer o crime também foram detidas.

O delegado de Paranaguá, Nilson Diniz, disse à imprensa que a ouviu de maneira preliminar, assim que foi detida. “Essa autora foi abordada por um guarda civil municipal, capturada e em posse da faca que utilizou no crime. Preliminarmente, passei a ouvi-la para entender as razões do crime e da crueldade emprenhada. Ela contou que tinha sido vítima de estupro cometido por essa vítima. Ela estava inebriada por causa do consumo do entorpecente, ele se aproveitou, e logo disse que não ficaria daquela forma e que iria cobrá-lo sobre o crime”, descreveu.

O estupro não foi comunicado à polícia e não há registro oficial sobre o crime sexual. Segundo o depoimento da jovem, o homem foi reconhecido por ela próximo ao Centro POP, que faz atendimento para pessoas em situação de rua. “Ele é morador de rua, estava dormindo e ela, já nesse momento, desferiu um golpe de faca no ombro dele. Perto da padaria, ela percebeu que ele entrou nesse local e foi pedir ajuda a outros homens para que o ajudassem. Eles arrastaram esse homem para fora da padaria e ela consumou o crime”, completou.

Para o delegado, todos que contribuíram para o resultado serão indiciados pelo crime de homicídio qualificado consumado. “As imagens já estão sendo analisadas.. Os homens que ajudaram serão responsabilizados do mesmo modo”, alertou.

Sobre atenuantes, em razão do estupro como motivação, o delegado acredita que, caso seja confirmado, há possibilidade. “Nesse momento estou qualificando essa jovem por homicídio qualificado consumado, ela pode pegar uma pena de 12 a 30 anos, em razão dos múltiplos golpes, ela submeteu à vítima um sofrimento excessivo, por isso não é um homicídio simples. Se, por meio de exames pericial, ficar comprovado que ela foi estuprada dias trás, pode servir como atenuante de pena, mas isso só vai influenciar no momento da fixação da pena, nesse momento, está sendo autuada por homicídio”, concluiu.

O corpo da vítima já foi recolhido ao Instituto Médico Legal (IML) de Paranaguá e aguarda identificação oficial. Há informação de que a garota é de Curitiba, mas não foi confirmada de maneira oficial.

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Fonte do post: Elizangela Jubanski e Geovane Barreiro

Notícias Relacionadas

Comentar: Paraná: Jovem que matou homem com 17 facadas diz à polícia ter sido estuprada

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp 596