terça-feira, 15 de outubro de 2019

Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90

PM prende acusado de assassinar sogra em Carlópólis

PM prende acusado de assassinar sogra em Carlópólis
Crédito da foto Para Luiz Guilherme Bannwart / Tribuna do Vale
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Arthur de Castro Lopes, acusado de assassinar a própria sogra, Vanda Oliveira Rezende, e ferir gravemente o sogro e um tio de sua companheira na noite de sexta-feira, 31, em Carlópolis, foi preso pela Polícia Militar na tarde desta segunda-feira, 3, na rua Tenente Ubirajara, no centro de Joaquim Távora. A prisão ocorreu após negociações entre a PM e o advogado do acusado. Uma carta escrita por sua mulher pode ajudar a Polícia Civil esclarecer o crime.

No documento encontrado pela polícia na casa do casal, no bairro Vista Bela, em Joaquim Távora, a moradora reclama da relação com o marido e se desculpa pela forma de informá-lo sobre o fim do casamento. A carta foi anexada ao inquérito policial instaurado para investigar o crime.

Na tarde desta segunda-feira, 3, a delegada responsável pelo caso, Silmara Revoredo Pereira, informou que começou a ouvir testemunhas e que as investigações estão bastante adiantadas, porém, que não revelaria detalhes para não atrapalhar o trabalho da polícia.

O caso

No fim da tarde de sexta-feira, 31, ao chegar à sua casa após o serviço, Arthur Lopes não encontrou a mulher e o filho de um ano, que teriam ido embora para Carlópolis em consequência de um suposto desentendimento do casal.

O pedreiro então foi até a casa dos pais da companheira, onde ela e o filho estariam, e degolou sua sogra na frente da filha. Em seguida, segundo a própria mulher, Lopes esfaqueou seu pai e um tio antes de fugir do local.

Vanda Oliveira Rezende morreu na hora, as outras duas vítimas, que não tiveram os nomes informados, foram encaminhadas ao Pronto-Socorro da cidade. O sogro de Lopes, no entanto, precisou ser transferido para a Unidade de Terapia Intensiva da Santa Casa de Misericórdia de Jacarezinho. Ele teve um dos pulsos cortado pelo genro e pode perder os movimentos da mão, porém não corre risco de morte.

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Fonte do post: Luiz Guilherme Bannwart / Tribuna do Vale

Notícias Relacionadas

Comentar: PM prende acusado de assassinar sogra em Carlópólis

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp 596