segunda-feira, 1 de junho de 2020

Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90

Policia Civil de Jacarezinho prende autor de furtos no comércio e também os receptadores

Policia Civil de Jacarezinho prende autor de furtos no comércio e também os receptadores
Crédito da foto Para imagem ilustrativa google imagens
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Os policiais civis da 12ª Subdivisão Policial de Jacarezinho detiveram ontem (27/11/2018) a pessoa de GENEFERSON FERNANDO FERREIRA, vulgo “CHINA”, 33 anos, identificado como o autor
de mais de 13 furtos em diversos estabelecimento comerciais do centro de Jacarezinho/PR.

DOS FATOS – Há cerca de 20 dias o comércio Municipal tem sido alvo de diversos furtos nos mais variados estabelecimentos comerciais, sempre com a mesma maneira de agir, qual seja, o autor,

mediante o emprego de uma ferramenta artesanal, abre as portas, tipo “blindex” e invade o local,
levando os objetos de seu interesse.
A ação passava despercebida, uma vez que o suspeito abria a porta, entrava e em seguida tinha o
cuidado de fechar, podendo permanecer no interior o tempo que bem entendesse.
Nenhum estabelecimento escapou da ação do audaz criminoso, vez que entrou em lojas de venda de produtos de beleza, produtos esportivos, escritórios de advogacia, clínicas médicas, academia,
despachante etc.
DAS INVESTIGAÇÕES – Tão logo chegou ao conhecimento dos investigadores da Polícia Civil,
iniciaram diligências para formação do conjunto das provas necessárias para prisão do suspeito,
com levantamento de imagens e entrevistas com populares, na tentativa de identificar a autoria.
As diligências sempre esbarravam no fato de que o suspeito não era conhecido por nenhum dos
policiais, nem por populares da cidade, o que levantou as suspeitas de ser algum criminoso das
cidades circunvizinhas a Jacarezinho, tendo sido, inclusive, enviado imagens aos policiais civis de
outras cidades, os quais foram unânimes em dizer que não conheciam o suspeito.
Em continuidade das investigações, os policiais civis iniciaram o levantamento de hóspedes dos
estabelecimento hoteleiros da cidade, procedendo o cruzamento de informações com a área de
atuação do suspeito, chegando em uma pensão no centro da cidade.
Após deslocarem até o local, puderam identificar um suspeito que condizia com a descrição do
procurado, segundo informações do proprietário, montando uma “campana” na tentativa de
abordagem no momento em que saísse de seu quarto.
Após algumas horas de vigia, os policiais conseguiram abordar o suspeito que, após identificado,
confessou a autoria delitiva, passando informações com riqueza de detalhes sobre os furtos que
cometeu.

DO SUSPEITO – O suspeito, identificado como GENEFERSON FERNANDO FERREIRA, vulgo
“CHINA”, 33 anos, disse ser migrante do Estado de Santa Catarina e se instalou nesta cidade na
tentativa de conseguir um emprego, momento em que fez amizade com pessoas de má índole que
lhe apresentaram a droga conhecida como “crack”, viciando instantaneamente na droga, tendo que cometer os furtos para sustentar seu novo vício.
Informou, ainda, que as pessoas que lhe apresentaram a droga seriam os responsáveis por pegar os objetos furtados, os quais foram trocados em “biqueiras”, pontos de vendas de drogas, recebendo a droga em troca.
Em consulta aos sistemas policiais, constatou-se que o suspeito possui passagens policiais por
delitos de furto, uso de documento falso etc.

O fato do suspeito ser oriundo de outro Estado dificultou as diligências policiais, ao que pesem
terem imagens de alguns estabelecimentos comerciais, não se tratava de pessoa conhecida pelos
policiais civis e, a demora na sua identificação, propiciou que ele cometesse diversos outros furtos.
A audácia do criminoso era tamanha, que após cometer o furto em um escritório, o suspeito
retornou nas proximidades do local e furtou um comércio ao lado, levando todo o sistema de
gravação das imagens, pois ele identificou que as câmeras de segurança do local podiam ter
flagrado sua ação criminosa.
Sempre que entrava nos locais o suspeito tinha a preocupação e cuidado de esconder seu rosto,
identificar as câmeras de segurança, caso existissem e virar o foco para não ser flagrado.
DA REPRESENTAÇÃO PELA PRISÃO – GENEFERSON, ao ser abordado pelos policias não
se encontrava em estado de flagrância, quando acaba de cometer um crime, motivo pelo qual foi
realizada uma força tarefa para encerramento das diligências rapidamente, propiciando a
representação pela sua prisão preventiva.

A autoridade policial da 12ª Subdivisão Policial de Jacarezinho/PR, Dra Carolinne dos Santos
Fernandes, após a apresentação do relatório das investigações pelos investigadores de polícia,
imediatamente pugnou pela prisão preventiva do suspeito junto ao Poder Judiciário, entretanto, a análise do pedido não foi feita no mesmo dia, tendo que liberar o suspeito pela porta da frente daDelegacia.
Informações recebidas pelos policiais civis dão conta de que após sair da Delegacia o suspeito
imediatamente manteve contato com uma pessoa desconhecida, o qual veio até Jacarezinho buscá-lo para que pudesse retornar para o Estado de Santa Catarina, local de sua origem.
Com este fato, a prisão do suspeito ficou prejudicada, uma vez que ele não tem endereço fixo ou
conhecido pelos policiais, safando-se da reprimenda criminal, uma vez que não pôde ter sido
mantido na prisão.

A prisão dos receptadores:

Em continuidade as investigações dos diversos furtos ocorridos no comércio de
Jacarezinho nos últimos 20 dias, os policiais civis chegaram até as pessoas dos suspeitos,
conhecidos no meio policial,  o quais seriam os responsáveis por receptar
os objetos furtados por GENEFERSON e levarem até as “biqueiras”, locais destinados a venda de
drogas, para serem trocados pela droga vulgarmente conhecida por “crack”.
Os policiais civis, tão logo tomaram conhecimento das denúncias, deslocaram até a residência dos
suspeitos, os quais são amplamente conhecidos pelas práticas dos crimes de roubo e furto e, após
buscas no local, puderam apreender alguns poucos objetos que restaram, encaminhando todos para a Delegacia de Polícia.

Na Delegacia de Polícia a Delegada, Dra Carolinne dos Santos Fernandes, analisando os
antecedentes criminais dos suspeitos, aliado a própria declaração do autor dos furtos, entendeu por bem lavrar o competente auto de prisão em flagrante conta os suspeitos, que permanecem presos na Cadeia Pública de Jacarezinho.

Agora as investigações continuam, na tentativa de se recuperar os demais objetos furtados,
identificando outros suspeitos de receptação, ficando o alerta à população para que não comprem
objetos de origem duvidosa, não contribuindo, assim, com o aumento da criminalidade em nosso
Município.

A Delegada de Polícia, Dra Carolinne dos Santos Fernandes destacou que a Polícia Civil de
Jacarezinho cumpriu com o seu papel institucional de polícia judiciária, procedendo apurada
investigação do caso, identificando a autoria e formando um conjunto de provas robusto contra o
suspeito, fato que, infelizmente, não foi suficiente para manutenção da sua prisão, pois tiveram que liberar o suspeito que não teve o seu mandado de prisão preventiva expedido a tempo.

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Fonte do post: Tabajara Notícias Ademir

Notícias Relacionadas

Comentar: Policia Civil de Jacarezinho prende autor de furtos no comércio e também os receptadores

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp 596